Zico recrimina torcida do Flamengo por música com Pelé e Maradona

**Arquivo**SÃO PAULO, SP, BRASIL, 06-08-2014 Ex-jogador Zico  (Foto: Juca Varella/Folhapress)
**Arquivo**SÃO PAULO, SP, BRASIL, 06-08-2014 Ex-jogador Zico (Foto: Juca Varella/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - "Zico, Zico, Zico, Zico, Zico... O Pelé é maconheiro, Maradona cheirador". Foi essa música que a torcida do Flamengo cantou durante um momento que deveria ser de homenagem ao Rei Pelé na estreia do Campeonato Carioca. Porém, esse fato desagradou o maior ídolo flamenguista.

Zico fez um vídeo em que pediu para que a torcida pare de cantar essa música. "Gostaria de fazer esse pedido de não cantarem essa música que fala de Pelé e Maradona. Compreendam o que esses caras representam para seus países e também para mim. Se quiserem me homenagear, usem a criatividade do que ofereci para vocês em toda minha carreira", disse.

Amigos e celebridades apoiaram as falas do ex-jogador, tais como Ana Furtado, Felipe Andreoli, Dado Dolabella e Du Moscovis.

Pelé morreu aos 82 anos no final de dezembro após perder a batalha para um câncer de cólon. Entre 1956 e 1977, teve uma esplendorosa carreira de 1.283 gols, cinco títulos mundiais --dois pelo Santos e três pela seleção brasileira.

Na última sexta (13), a filha mais velha de Pelé, Kely Nascimento, compartilhou com seus seguidores fotos do ex-jogador nos últimos dias de vida no Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo. Em um longo texto, ela também agradeceu a equipe médica que cuidou do pai durante a internação de um mês no local.