Zé de Abreu diz que entende William Bonner: "Também não posso andar de avião"

Foto: Reprodução/Globo

José de Abreu, 74, diz que entende William Bonner. O ator se solidarizou com o jornalista após sua participação no ‘Conversa com Bial’ desta terça-feira (26). Na ocasião, o apresentador do ‘Jornal Nacional’ disse que tem sido vítima da polarização política e relatou casos em que foi agredido por militantes de esquerda e direita.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 minuto e receba todos os seus e-mails em um só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Siga o Yahoo Vida e Estilo no InstagramFacebook e Twitter, e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentários

“Vendo o William Bonner e o Pedro Bial não pude deixar de pensar: que baixo astral estamos vivendo. Assim como Bonner, também não posso andar de avião. Raramente o faço, sempre dá problema. É uma quarentena eterna”, escreveu o veterano, acostumado a usar suas redes sociais para criticar o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e, consequentemente, atrair haters.

Leia também

Em outra publicação, Zé falou que não vê problema em tirar fotos e dar autógrafos, mas “aguentar agressão gratuita é jogo duro”. Muitos seguidores lamentaram a situação enfrentada pelo ator e o jornalista. Alguns perguntaram se Zé de Abreu também passa por isso quando viaja para outro país. “[Viajar] pro exterior é mais fácil. Empresas estrangeiras… ficam mais inibidos. Têm medo de serem presos na chegada”, afirmou.

Namorado de Carolynne Junger, 52 anos mais jovem, Zé de Abreu também contou que tem aprendido sobre outros temas importantes, como feminismo. Ele comentou no post de uma seguidora que falou que os homens nunca entenderão o medo que as mulheres sentem quando estão sozinhas na rua. “Nem ter que esperar o dia amanhecer para pegar condução. Minha mulher me conta essa coisas todas”, completou o artista.