Zambelli pede impeachment de responsável por operação da PF contra fake news

Zambelli quer impeachment de responsável por operação da PF em inquérito das fake news (Foto: Michel Jesus/ Agência Câmara)

Em suas redes sociais, a deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP) criticou a operação da Polícia Federal desta quarta-feira (27) que cumpre mandados de busca e apreensão no chamado inquérito das fake news. A parlamentar, que está entre os alvos da investigação, pediu ainda o “impeachment” do responsável pela ação. 

E nos siga no Google News:

Yahoo Notícias | Yahoo Finanças | Yahoo Esportes | Yahoo Vida e Estilo

“Estamos vivendo um estado de exceção, ironicamente sob os aplausos dos que acusam o presidente Jair Bolsonaro de querê-lo. Está na hora do sr. Davi Alcolumbre cumprir seu dever constitucional e analisar com carinho os pedidos de impeachment contra o responsável por esse absurdo”, escreveu Zambelli.

Leia também

A PF cumpre 29 mandados de busca e apreensão no inquérito que apura ofensas, ataques e ameaças contra ministros do Supremo Tribunal Federa (STF). As ordens foram expedidas pelo ministro Alexandre de Moraes, relator do caso no Supremo.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Policiais buscam provas nos endereços do ex-deputado Roberto Jefferson, presidente nacional do PTB, do dono da Havan, Luciano Hang, de assessores do deputado estadual paulista Douglas Garcia (PSL), além do blogueiro Allan dos Santos e da ativista Sara Winter.

Oito parlamentares são investigados, mas não há mandados para recolhimento de material em seus endereços. Moraes determinou que eles sejam ouvidos em dez dias e proibiu que suas postagens em redes sociais sejam apagadas.

“Toda pessoa que respeite a lei tem a obrigação de repudiar essas buscas no âmbito de um inquérito ilegal e inconstitucional, sem fato determinado e já arquivado pela PGR. Se você aplaude a ação ilegal contra seu adversário, não adianta reclamar quando ela se voltar contra você”, completou Zambelli.

Ontem, ela comemorava operação da Polícia Federal que fez buscas em endereços ligados ao governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC) para apurar indícios de desvios de recursos públicos destinados ao atendimento do estado de emergência em razão da pandemia do novo coronavírus.

Siga o Yahoo Notícias no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.