Zack Snyder diz que 'Army of The Dead' usou 100 barris de sangue cenográfico

·4 minuto de leitura
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 21.08.2019: Still da plataforma de streaming Netflix visto em tela de celular. (Foto: Gabriel Cabral/Folhapress)
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 21.08.2019: Still da plataforma de streaming Netflix visto em tela de celular. (Foto: Gabriel Cabral/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Ação, humor e drama. Esses são alguns elementos que o diretor e roteirista Zack Snyder, 55, promete trazer em seu novo filme, "Army of The Dead - Invasão em Las Vegas", que chega à Netflix no dia 21. "Uma montanha-russa", afirma ele sobre a história que mostra uma Las Vegas em ruínas após um surto zumbi.

Em coletiva de imprensa virtual, o artista revelou detalhes e curiosidades sobre a produção, que gira em torno de uma proposta tentadora em um mundo apocalíptico, e deixa os fãs do diretor de "Liga da Justiça Snyder Cut" (2021) e "300" (2006) ansiosos pelo o que vem pela frente.

Scott Ward (Dave Bautista) é o protagonista da história. Ele é abordado pelo magnata dos cassinos Bly Tanaka (Hiroyuki Sanada) e convidado a invadir uma cidade cheia de zumbis e roubar US$ 200 milhões (cerca de R$ 1,1 bilhão) de um cofre, 32 horas antes de um bombardeio.

O diretor conta que não teve a participação do colega Larry Fong na produção do longa, mas garante que trará referências a ele, que foi seu parceiro em filmes como "300", "Watchmen" (2009) e "Batman vs Superman: Origem da Justiça" (2016). Ele, no entanto, não revela quais são essas referências.

Snyder também contou que fez todo o storyboard do filme em seu iPad e que as filmagens foram feitas no México e em um cassino abandonado em Atlantic City, nos Estados Unidos. Já a cena mais divertida de se gravar foi uma que envolve dinheiro voando pelo céu.

O diretor ficou pensativo apenas quando perguntado sobre a quantidade de sangue cenográfico que teria sido utilizado nas gravações do longa-metragem, antes de dar sua estimativa: "em barris, penso que muito mais que 100".

O primeiro trailer oficial de "Army of The Dead: Invasão em Las Vegas" já mostra um pouco dessa adrenalina, com várias lutas do elenco com zumbis. Dave Bautista afirma que "não estava loucamente interessado" em participar do filme, por ser um longa de ação, mas acabou mudando de ideia.

"Quero me provar como ator, então estava evitando filmes de ação. Mas vi que tinham muitas camadas e muito mais", conta ele, que revelou o desejo de "trabalhar com Zack há muitos anos". Segundo ele, um de seus filmes favoritos é justamente "300".

Já sobre "Army of The Dead", Bautista garante "emoção, drama e humor". "Eu estava literalmente me divertindo", conta Snyder. "Temos um elenco incrível". Além da história do roubo, o filme aborda a relação de Scott Ward com a filha, Kate (Ella Purnell). "Tem essa dinâmica presente no filme".

Além disso, nesta quinta-feira (13) a Netflix irá realizar uma live interativa em seu canal do Youtube para que os fãs desbloqueiem 15 minutos do longa-metragem. Com a participação de Snyder e elenco, os internautas deverão "cavar" para desbloquear um cofre que deixará os minutos do filme disponíveis por 32 horas.

ZUMBIS E SUAS CATEGORIAS

Snyder afirmou que "provavelmente não sobreviveria a um ataque zumbi". Ele contou que no filme quis "desconstruir o que um zumbi é e quem são os bons e os ruins", dando pistas sobre os papéis dos monstros e protagonistas do filme.

Além disso, os zumbis são divididos em duas categorias: os Shamblers, os mortos-vivos "comuns" e os Alfas, uma evolução mais ágil, rápida e capaz de unir em grupos. O cineasta diz que estes são até capazes de abrir portas e subir escadas.

O diretor também chamou bastante atenção ao tigre zumbi que aparece ao longo do trailer: "O nome dele é Valentine", revela. Ao longo da conversa, ele explica que tudo pode ser contaminado com o vírus-zumbi, menos pássaros.

VERSÃO DE SNYDER

O diretor logo adianta que o filme não irá ter uma segunda versão, como "Liga da Justiça" teve. "Esta é a versão do diretor", diz. Porém, conta que "Army of The Dead" já está sendo pensado como franquia e possui outros projetos sendo desenvolvidos.

Há um derivado chamado "Army of Thieves" que contará a história do personagem Ludwig Dieter (Matthias Schweighöfer), o especialista em arrombar cofres no filme. E o ator alemão será o diretor do projeto.

O universo também terá uma série animada, intitulada "Army of The Dead: Las Vegas", para contar a origem do apocalipse zumbi. A série terá direção de Snyder e retorno de parte do elenco principal. Nenhum dos projetos, no entanto, tem data de lançamento.

O diretor também elogiou a equipe da Netflix e ressaltou que teve liberdade para criar o filme baseado no "roteiro absurdo" que escreveu ao lado de Joby Harold e Shay Hatten. "Foi incrível trabalhar com a Netflix", completa.

O elenco também conta com nomes como Omari Hardwick, Ana De La Reguera, Theo Rossi, Nora Arnezeder, Garret Dillahunt, Tig Notaro, Raúl Castillo, Huma Qureshi, Samantha Win, Richard Cetrone e Michael Cassidy.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos