Yuki Naka, criador de Sonic, é preso no Japão em escândalo envolvendo a Square Enix; entenda

Recentemente, Yuji Naka, um dos criadores de Sonic The Hedgehog, envolveu-se em um escândalo imenso na indústria dos games. Ele e outros dois funcionários da Square Enix foram preso durante investigação da polícia japonesa envolvendo “insider trading”, a utilização de informações privilegiadas para obtenção de lucros no mercado de ações.

 
Criador de Sonic é acusado de "insider trading"

Segundo as autoridades, Yuji Naka, Taisuke Sazaki e Fumiaki Suzuki utilizaram o conhecimento privilegiado sobre a produção do game “Dragon Quest Tact” para comprar ações da produtora do jogo, uma parceira da Square Enix, antes que elas fossem valorizadas.

De acordo com o site de notícias FNN Prime Online, Sazaki e Suzuki compraram ações da desenvolvedora japonesa Aiming, responsável pelo desenvolvimento do game, antes do anúncio oficial de lançamento de Dragon Quest Tact. As informações utilizadas estavam em segredo contratual durante a compra das ações por parte do criador de Sonic e os demais acusados.

Tanto Sazaki quanto Suzuki gastaram cerca de 47 milhões de ienes (algo em torno de R$ 1,8 milhões) na compra de ações. Segundo o site FNN, o Departamento de Investigação Especial do Ministério Público de Tóquio prendeu Naka pelo motivo durante a investigação.

Enquanto trabalhava na Square Enix a frente do projeto de Balan Wonderworld para a Square Enix, Naka comprou algo em torno de 10.000 ações da Aiming por cerca de 2,8 milhões de ienes (aproximadamente R$ 108 mil).

What a blunder.
A saída de Naka...

Yuki Naka, criador de Sonic, é preso no Japão em escândalo envolvendo a Square Enix; entenda
Leia Mais