Yasmin Brunet após críticas por previsões negativas: "Me tiram de louca drogada"

Yasmin Brunet
Yasmin Brunet

Yasmin Brunet decidiu que não vai mais falar o que pensa sobre 2022. A modelo chegou a ser criticada depois de dizer que o ano será marcado por tragédias, como desastres naturais e fome. "Fora isso, acredito que esse ano ou ano que vem teremos uma pandemia que será mil vezes pior que essa. Desculpa, gente, mas digo isso por tudo que venho pesquisando", afirmou ela.

Nesta quarta-feira (5), após ser questionada novamente sobre o que está por vir, Yasmin declarou que não vai mais de pronunciar. "Vou deixar para acontecer mesmo, porque distorcem tanto o que eu falo e ainda me tiram de louca drogada. Aí, você vê o nível de manipulação e hipnose da galera", desabafou a modelo, casada com o surfista Gabriel Medina.

Um seguidor quis saber o que faz Yasmin ser tão desacreditada na humanidade. "As coisas que estamos normalizando há anos e hoje estão piores do que nunca. Mas a esperança é a última que morre", respondeu.

Alguns internautas se mostraram bastante preocupados com as "previsões" de Yasmin. Outros criticaram o pânico que ela causou nos seguidores sem embasamento para tais afirmações. Recentemente, a modelo protagonizou uma polêmica ao dizer que as mortes que aconteceram no show de Travis Scott têm relação com satanismo.

Yasmin Brunet responde a seguidores
Yasmin Brunet responde a seguidores