Yara Flor, a Mulher-Maravilha brasileira, vai ganhar série de TV

·2 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Yara Flor, a Mulher-Maravilha brasileira anunciada recentemente pela DC Comics, será tema de uma nova série de TV. Segundo o site Deadline, a CW desenvolve o drama "Wonder Girl" baseado na personagem criada por Joëlle Jones. De acordo com o divulgado, Yara Flor é filha de uma guerreira amazônica e um Deus brasileiro dos rios. Ao longo da vida, ela vai descobrir os seus superpoderes e usá-los para combater as forças do mal que querem destruir o mundo. O seriado terá produção de Greg Berlanti e Dailyn Rodriguez, este último que também ficará responsável pelos roteiros. Ainda não há data de estreia da série "Wonder Girl". A personagem Yara Flor faz parte do "Future State", nova saga da DC, que vai começar a ser publicada em janeiro de 2021. Os gibis vão misturar personagens clássicos e novos. A brasileira será a protagonista de "Future State: Wonder Woman". Ela vai viver aventuras ao lado do novo Superman, herói que será assumido por Jon, filho de Clark Kent. INSPIRAÇÃO A atriz Suyane Moreira, 37, contou que ficou surpresa com a revelação de que sua imagem inspirou a criação de Yara Flor. "Me sinto muito feliz e honrada por ser inspiracao desse personagem que inspira tantas mulheres", comentou em suas redes sociais a cearense. Ela disse ter ficado sabendo da informação pela imprensa. Suyane ficou conhecida por ter interpretado a personagem Iara em "Caminhos do Coração" (2007), "Os Mutantes: Caminhos do Coração" (2008) e "Mutantes: Promessas de Amor" (2009), todas da Record, onde também participou do reality show Power Couple. Ela também foi modelo internacional e fez papéis em novelas da Globo, como "Gabriela" (2012) e "Novo Mundo" (2017). A notícia de que brasileira inspirou a personagem Yara Flor foi dada por um fã. Marcus Lucon entrou em contato com a autora Joëlle por meio do Instagram. Ele mandou fotos da brasileira e disse que achou ela parecida com as imagens divulgadas da nova Mulher-Maravilha. "Isso é tão legal! Eu realmente a usei como ponto de referência quando desenhei a Yara!", respondeu Jones.