Xuxa: "Fui chamada de garota de programa de luxo, interesseira e loira burra"

Lucas Pasin
·2 minuto de leitura
Yahoo Vida e Estilo - Xuxa Meneghel usou sua coluna na revista 'Vogue', em publicação nesta sexta para falar sobre os diversos preconceitos que sofreu ao longo de seus 57
Yahoo Vida e Estilo - Xuxa Meneghel usou sua coluna na revista 'Vogue', em publicação nesta sexta para falar sobre os diversos preconceitos que sofreu ao longo de seus 57

Xuxa Meneghel usou sua coluna na revista 'Vogue', em publicação nesta sexta-feira (7) para falar sobre os diversos preconceitos que sofreu ao longo de seus 57 anos. O desabafo surge em meio à criticas por estar escrevendo um livro voltado ao público infantil.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 minuto e receba todos os seus e-mails em um só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook e Twitter

"Aos 17 anos, namorei Pelé, o maior ídolo do país por 6 anos e foi aí que eu conheci a maldade real das pessoas. Fui chamada de puta, interesseira que queria aparecer às custas de um rico famoso, garota de programa de luxo e muitos outros nomes. Quando comecei a trabalhar para crianças, aos 20 anos, fui taxada de loira burra, despreparada. Disseram que eu tinha relações com as Paquitas, com minha diretora e que eu não poderia trabalhar com o público infantil", conta Xuxa.

Leia também

Ela relembra inclusive quando foi criticada por José Serra, na época ministro, por ter tido uma filha sem se casar: "Disse até que eu estava incentivando as jovens a seguir o meu exemplo. Será que trabalhar muito, ter uma conta bancaria alta, ser uma mulher independente, resolver ter filho aos 35 anos, cuidar da saúde, não fumar, não beber, são maus exemplos?"

Ainda no desabafo, Xuxa cita as críticas que recebeu ao aparecer pela primeira vez com a cabeça raspada: "Oi? Como assim? Tá louca? Queremos você de cabelo comprido. Não, coloca botox. Oi? Como assim? Não queremos ver suas rugas, elas nos lembram que também estamos ficando velhos."