Xuxa e Sikêra Júnior continuam batalha na Justiça

·2 minuto de leitura

Com ação pronta para ser julgada na 45ª Vara Cível de São Paulo, Xuxa e Sikêra Jr travam uma batalha nos tribunais. Tudo começou depois que o apresentador em seu programa na Rede TV!, fez uma piada sobre uma mulher encontrar o marido fazendo sexo com uma égua. Além de se manifestar nas redes sociais, a rainha dos baixinhos usou a sua coluna na revista Vogue para falar sobre o assunto.

“Repostei fazendo a pergunta: onde está a graça? E reafirmei: zoofilia é crime. Pois bem, o tal senhor, em vez de ver o erro que fez e se desculpar com as famílias que veem seu programa, começou a me atacar, me chamando de pedófila e ex-rainha. E mais, disse que ensinava crianças a não deixarem ninguém tocá-las em certos lugares do corpo", escreveu Xuxa na época do ocorrido que foi em outubro de 2020.

Leia também:

Depois dos ataques sofridos pelo jornalista, a mãe de Sasha entrou com uma ação contra Sikêra, na qual pede uma indenização no valor de R$ 500 mil por danos morais, que ele tenha o seu registro cassado, e que o programa seja retirado do ar. O dinheiro será doado para uma instituição de caridade.

Em contra-ataque, a defesa do apresentador do ‘Alerta Nacional’ entrou com uma ação de reconvenção, que é quando um réu utiliza o mesmo processo contra o autor da ação, e os dois podem ser condenados por danos morais. Os casos serão analisados pela juíza Glaucia Lacerda Mansutti.

Bolsonarista, Sikêra ainda é alvo de investigação na CPI da Covid-19. Recentemente, ele confirmou receber um cachê no valor de R$ 120 mil do governo federal para ações publicitárias. “Ganhei os R$ 120 mil e estou esperando mais. Foi trabalhando honestamente. Esse dinheiro antes ia para a Folha (de S. Paulo), para a TV Globo. Mas agora não vai mais. Distribuem para outras empresas. E esse ainda é um dos menores cachês”, disse.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos