Xuxa e Pelé: relembre a história de amor (e mágoa) entre a Rainha dos Baixinhos e o Rei do Futebol

Ao todo, os dois ficaram juntos por seis anos

Xuxa e Pelé em Cannes, em 1983 (Foto: Getty Images)
Xuxa e Pelé em Cannes, em 1983 (Foto: Getty Images)

Um dos casais mais famosos do Brasil na década de 1980, Xuxa e Pelé ficaram juntos por seis anos. No início do relacionamento, a apresentadora tinha 17 anos e o jogador de futebol, que morreu na tarde desta quinta-feira (29), já havia passado dos 40. Ela, aliás, o considera como seu “primeiro amor”.

Os dois se conheceram e se aproximaram em uma sessão de fotos para a capa da extinta revista “Manchete” e, de acordo com uma entrevista de Xuxa para o podcast “Papagaio Falante”, logo Pelé se tornou muito próximo da família da eterna Rainha dos Baixinhos.

No entanto, a relação dos dois estava longe de ser perfeita e ela afirma que ficou “traumatizada” com as inúmeras traições do Rei do Futebol. “Ele chegava com marca de batom e dizia que as mulheres o agarravam. Eu, com pouca idade, não entendia direito, achava normal”, relembrou ela no bate-papo.

Outra curiosidade é que, também segundo Xuxa, foi Pelé quem a convenceu de gravar o polêmico filme erótico “Amor, Estranho Amor”, algo que a assombra até hoje. “Ele falou: “Faz por causa do meu amigo”, revelou, no ano passado, para Eliana. “Me enganaram, falaram um monte de coisa, que era para fazer assim e assado”, completou.

O namoro acabou quando a apresentadora tinha 23 anos. O motivo, claro, foi a infidelidade do jogador, cada vez mais explícita. “Ele me traía, dizia estar em um relacionamento aberto, mas aberto só para ele. Isso entre outras coisas, né? Na época, minha vida estava mudando muito e, quando eu contei que a Globo havia me chamado, ele disse que eu deveria recusar. Foi aí que percebi que [nossa convivência] seria muito difícil”, declarou à apresentadora do SBT.

ADEUS AO REI DO FUTEBOL: