William Wack dispara contra apoiadores de Bolsonaro: "Fanáticos imbecilizados"

·1 minuto de leitura
William Wack (Divulgação Globo)
William Wack (Divulgação Globo)

William Wack causou polêmica ao publicar um texto opinativo em sua coluna no 'Estadão', no qual define os apoiadores do presidente Jair Messias Bolsonaro (sem partido) como "fanáticos imbecilizados".

"Bolsonaro acha que manda, mas não comanda ninguém a não ser fanáticos imbecilizados em redes sociais, que não sabem até agora muito bem onde está o 'Palácio de Inverno' a ser tomado e ocupado. São contra um monte de coisas, mas ainda aguardam uma ordem do mito sobre em qual direação marchar e qual inimigo precisam aniquilar", escreveu.

Leia também

O jornalista afirmou que o presidente está com um quadro mental "preocupante", já que vê conspirações em todos os lugares. "Quem conversa quase que diariamente com o presidente o descreve como possuído de um quadro mental para lá de preocupante. Bolsonaro está totalmente convencido de que a 'conspiração' contra seu mandato começou já no primeiro dia do governo, e é conduzida por uma difusa e ao mesmo tempo bem entrincheirada coligação de corruptos no Congresso, corporativistas na administração pública, empresários que perderam dinheiro, esquerdistas treinados em Cuba, governadores gananciosos e todos unidos em torno de alguns ministros do STF".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos