William Bonner revela interação com governo alemão em elevador

*Arquivo* SÃO PAULO, SP, 27.03.2013 - O apresentador William Bonner. (Foto: Avener Prado/Folhapress)
*Arquivo* SÃO PAULO, SP, 27.03.2013 - O apresentador William Bonner. (Foto: Avener Prado/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O apresentador William Bonner, 59, disse ter sido humilhado em um elevador de hotel em Brasília (DF). Neste domingo (1º), durante a cobertura da posse do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), o apresentador relatou, em tom de brincadeira, um episódio no qual interagiu com representantes do governo alemão e não se saiu tão bem.

Bonner e Renata Lo Prete falaram sobre a movimentação dos hotéis na capital do país. "Quando se fala em hotel em Brasília, é preciso que você em casa entenda o seguinte: Brasília vive, nesses dias de posse presidencial, o auge do setor hoteleiro. Nada se rivaliza com isso. Então, como dissemos ainda há pouco, Renata veio de São Paulo, eu vim do Rio de Janeiro e nós estamos hospedados aqui em hotel em Brasília", começou Bonner.

"O hotel em que estamos hospedados, Renata e eu, hospeda também, por exemplo, o presidente da Alemanha. Eu tive hoje oportunidade de ver alguém do staff dele no elevador, com quem conversei inclusive em inglês, mas imediatamente fui humilhado por um dos ocupantes do elevador que soltou um alemão espetacular e com grande fluência", disse.

A internet reagiu. A palavra "Bonner" foi aos trending topics [assuntos mais comentados] do Twitter. "Pensando se a pessoa que humilhou o Bonner com um alemão fluente no elevador do hotel está assistindo à posse", comentou uma internauta.

Em outubro deste ano, durante a apuração de votos das eleições, o apresentador virou meme quando disse que precisava molhar a garganta e saiu de quadro, momento no qual foi possível ouvir o barulho de uma latinha sendo aberta. Muitos acharem que ele havia aberto uma lata de cerveja. Bonner explicou que era apenas água.

Há uma semana, William Bonner levou o prêmio de Jornalismo do Melhores do Ano de 2022, da TV Globo, e destacou que os colegas de profissão passaram os últimos anos sendo hostilizados nas ruas. "Eu, a Renata [Lo Prete] e o César [Tralli] representamos uma carreira de profissionais que nos últimos anos têm se dedicado a levar luz, informação. É muito prazeroso estar aqui vendo a retribuição do público."