Whindersson se irrita com fake news envolvendo Vitão e Bolsonaro

Bárbara Saryne
·2 minuto de leitura
Foto: Reprodução/Instagram/Apu Gomes/AFP
Foto: Reprodução/Instagram/Apu Gomes/AFP

Whindersson Nunes se irritou com uma seguidora que acreditou em um perfil que usa sua foto para fazer postagens falsas no Twitter. Nesta quinta-feira (9), o youtuber publicou um texto no Instagram para desmentir um diálogo entre ele e o presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 minuto e receba todos os seus e-mails em um só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook e Twitter, e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário

Na conversa, o perfil que se passa por Whindersson pergunta se o presidente, que está com coronavírus, pretende doar seus órgãos. “Eu vou doar os meus”, diz o falso humorista. Em seguida, um perfil que também usa o nome de Bolsonaro indevidamente responde a pergunta em tom ofensivo: “Se você doar seus órgãos, me doa seu chifre para eu fazer um berrante”.

Leia também

O que foi a gota d’água para o ex-marido de Luisa Sonza foi o comentário de uma seguidora que desconfiou do seu caráter: “Que comentário infeliz do Whindersson! Concordo que o Bolsonaro tem um milhão de defeitos, errou muito? Errou! Agora, falar um negócio desse é totalmente sem limites, né?”.

Whindersson não costuma responder esse tipo de mensagem, mas resolveu fazer um textão para que todos sentissem sua revolta. O que deixou o youtuber muito chateado, além da mensagem falsa, foi o nome de Vitão, apontado como affair de Luisa Sonza, envolvido na história.

O username do perfil com a foto de Whindersson leva o nome do cantor. Já o perfil que se passa por Bolsonaro leva o nome de cloroquina. “É bem nítido que é fake. É coisa de pré-escola mesmo”, disse o humorista, que não aprovou a “piada” e se posicionou nas redes sociais.

“Me preocupa as pessoas acreditarem em coisas que alguém com 10 anos sabe que é mentira. Eu não quero que você seja burro, não importa quem você apoia, você sendo burro atrapalha você e pessoas ao seu redor (...) Uma hora sua burrice vai chegar em mim”, refletiu.

Em resposta à seguidora, Whindersson ainda afirmou que se o diálogo fosse verdadeiro, Bolsonaro não mereceria a defesa dela. “Eu sou comediante e ele é presidente. A palavra dele tem um peso, a minha tem outra. Se fosse para responder cidadão com putaria, eu elegeria meu pai. Eu posso falar o que eu quiser porque entre o cidadão e o político, foda-se o político”, disparou.