Whindersson Nunes quebra silêncio após receber ordem de despejo em imóvel

Whindersson Nunes © Instagram credit:Bang Showbiz
Whindersson Nunes © Instagram credit:Bang Showbiz

Whindersson Nunes falou pela primeira vez após receber uma ordem judicial para que ele desocupasse duas salas comerciais.

O nome do humorista se tornou um dos assuntos mais comentados pela web após uma ação de despejo contra ele ser emitida na Justiça, sob a alegação de que havia uma dívida de mais de R$90 mil em aluguéis atrasados de duas salas comerciais, localizadas na Zona Oeste de São Paulo. Os imóveis estariam supostamente sendo alugados por Whindersson.

A assessoria de imprensa do Youtuber soltou uma nota esclarecendo que Whindersson não sabia da existência dos imóveis e que as medidas para a resolução do caso já estavam em andamento.

"Em relação à notícia veiculada hoje, 20 de julho, em alguns portais de notícias, sobre uma ação judicial envolvendo duas salas comerciais alugadas por Whindersson Nunes, a assessoria informa que a gestão administrativa do artista é feita por uma empresa terceirizada e que o mesmo tomou conhecimento dos fatos e da existência dos imóveis pela mídia. Ressalta ainda que todas as providências para regularização de eventuais pendências já foram tomadas", dizia o comunicado postado em suas redes sociais.

Mais cedo, Whindersson postou uma série de desabafos em seu Twitter sobre o caso.

"Mês passado eu paguei 8 mil reais em pedras pra jardim, detalhe, eu não tenho jardim, hoje eu fui despejado de um lugar que eu nunca pus os pés dentro, 16 mil reais de ifood e eu NEM TENHO ESSE APP, eu como a mesma comida todos os dias nos mesmos horários. (...) É frustrante demais o dia a dia, trabalhar pela felicidade dos outros é a sina do palhaço. (...) Metade de todo meu custo mensal são os ‘pra você não custa nada’’’, disparou o astro.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos