Whindersson Nunes não fará apresentações a partir de 2022: "Querendo me conectar"

·2 min de leitura
Whindersson Nunes quer se aposentar antes dos 30 (foto: reprodução / instagram @whinderssonnunes)
Whindersson Nunes vai pausar a carreira (foto: reprodução / instagram @whinderssonnunes)

Resumo da Notícia:

  • O humorista completou 10 anos de carreira em 2021 e decidiu pausar para se conectar consigo mesmo

  • Whindersson já havia revelado que pretende se aposentar perto dos 30 anos

  • Recentemente ele lançou uma autobiografia em que conta como foram os últimos anos

O humorista e influenciador digital Whindersson Nunes comentou mais sobre sua decisão de dar uma pausa na carreira após 10 anos de trabalho árduo na produção de conteúdo digital e os shows de humor que faz pelo país.

“Vou fazer um último show. E quando falo isso, quer dizer, um último produto de show, mas eu ainda preciso fazer algumas apresentações para chegar nesse show e entregá-lo. Então, ontem fiz meu último show do ano, que foi no Rio de Janeiro, e no próximo ano ainda vou fazer show nos Estados Unidos, Europa, vou para a Ásia de novo, e alguns no Brasil, que já serão esse novo show, que vai se chamar Isso Não é um Culto, porque parece e muito um culto, mas não será”, avisou ele.

A pausa na carreira começa em meados de 2022. “Penso em, realmente, nem estar por aqui. Quero viver, assim, uma adolescência com responsabilidade. Porque eu meio que não tive adolescência. Fui criança até os 20 anos, e depois dali estou na pegada, trabalhando, desde sempre. E só fiz isso até hoje. E agora estou querendo me conectar de volta", revelou.

Solteiro e milionário, ele recentemente registrou os últimos 10 anos de vida pública em uma biografia. No livro ele chegou a contar sua luta contra o vício em drogas. “Houve um período muito duro da minha vida em que eu não conseguia ficar sem as drogas. Teve um mês, quando o relacionamento com a Luísa terminou, que eu fiquei sem chão. A Luísa era uma menina que tinha muitas dúvidas na vida. Eu me via um pouco nela. Eu via que ela tinha futuro e, ao mesmo tempo, achava que ela precisava de ajuda. Eu também precisei de ajuda e não tive ninguém que me ensinasse como eu deveria fazer. Eu me via na obrigação de fazer por ela o que ninguém fez por mim. E, então, eu fazia tudo", escreveu.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos