"Western Stars", de Bruce Springsteen, é aplaudido de pé no Festival de Toronto

Bruce Springsteen na pré-estreia de "Western Stars" no Festival de Toronto

TORONTO (Reuters) - O filme "Western Stars", de Bruce Springsteen, foi aplaudido de pé em sua estreia no Festival Internacional de Cinema de Toronto, na noite de quinta-feira, e o astro do rock o descreveu como uma "continuação das histórias" que vem contando ao longo da carreira.

No longa, Springsteen toca canções de seu disco mais recente de mesmo título, mas o filme também conta com vídeos de seus primeiros anos e tomadas amplas da paisagem do Oeste norte-americano que lhe serviu de inspiração.

Conhecido popularmente como "The Boss", Springsteen também narra algumas partes.

"É só uma continuação das histórias que escrevi durante toda a minha carreira", disse ele a jornalistas no tapete vermelho antes da exibição. "E espero que seja algo, que seja inspirador e divertido e que as pessoas gostem".

Ao longo de sua carreira, o cantor e compositor nascido em Nova Jersey se voltou diversas vezes às experiências de vida de seus conterrâneos da classe trabalhadora para encontrar temas para sua música.

O codiretor Thom Zimny contou como usou a emoção da música para moldar as imagens do filme.

"Eu estava realmente reagindo às qualidades sônicas das cordas, e as qualidades sônicas que encontrei no álbum pensei em traduzir em uma grande experiência cinematográfica", disse Zimny.

(Por Dennis Porter)