Wesley Safadão defende pastor acusado de pedofilia: "Pessoa de total confiança"

·2 minuto de leitura
O cantor defendeu o religioso (Foto: Reprodução/Instagram)
O cantor defendeu o religioso (Foto: Reprodução/Instagram)

Wesley Safadão saiu em defesa do pastor André Vitor após o religioso ser acusado de pedofilia nesta segunda-feira (26). Tudo começou quando o cantor postou um vídeo em sua casa e flagrou o momento em que André abraça uma criança por trás e encosta as mãos nos seios dela. A garota se afasta e ele abaixa a camisa. Internautas cogitam que o pastor tenha feito o movimento para esconder a ereção.

"É uma grande injustiça o que estão fazendo com ele [André Vitor], o que estão querendo fazer, mas não vão fazer porque Deus é maior que tudo. Esses juízes da internet condenam a pessoa sem ouvir a versão delas", diz Safadão, que considera o pastor de confiança e garante que não colocaria um criminoso em sua casa. 

Leia também:

Durante o desabafo, Wesley lembra o quanto André já fez a diferença na vida dele e de outros famosos. O cantor também pede para o público seguir o religioso nas redes sociais. Sobre ter abaixado a camisa, Safadão afirma que é um costume antigo do pastor por estar acima do peso e querer cobrir a barriga.

"Quando está vendo que está filmando, ele sempre fica se escondendo atrás das pessoas porque não quer mostrar a barriga. Vamos repensar que são vidas, profissões do outro lado. Precisamos de mais amor e paz, fico pensando que se as coisas boas repercutissem como essas ruins...", apela o cantor, que apagou o vídeo polêmico assim que as acusações foram iniciadas.

Em entrevista à colunista Fábia Oliveira, o pastor também falou sobre seu "complexo com o peso". 

"Uma grande loucura e injustiça que já está sendo acompanhada por uma equipe criminal, por tentarem manipular uma situação contra mim sem sequer saberem quem sou. Os pais da criança, que são praticamente meus irmãos, e eu, estamos todos juntos pra não levarem isso mais à frente, porque é uma maldade sem precedentes comigo, que só planto o bem e tenho total familiaridade e amor. Somos todos família e, principalmente, com uma criança que não pode jamais ter esse estigma de assediada, porque é muito bem tratada e amada por todos nós. Estamos todos muito indignados", afirmou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos