Warner cancela filmes 'Batgirl' e 'Scooby' após investimento milionário

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O anúncio de que a Warner decidiu cancelar o lançamento de "Batgirl", filme que mostraria as origens da super-heroína vivida por Barbara Gordon no universo de "Batman", não só pegou a todos de surpresa, como também acendeu um alerta para outras produções em curso no estúdio.

Com investimento de US$ 90 milhões (cerca de R$ 475 milhões), o estúdio decidiu engavetar a produção, impedindo seu lançamento tanto no cinema quanto na plataforma de streaming HBO Max.

O filme é protagonizado por Leslie Grace, que conseguiu destaque em Hollywood após compor o elenco de "Em um Bairro em Nova York", e por estrelas como J.K Simons e o eterno Batman Michael Keaton. A direção é assinada por Adil El Arbi e Bilall Fallah, responsáveis por "Ms Marvel" com roteiro de Christina Hodson, autora de "Aves de Rapina: Arlequina e Sua Emancipação Fantabulosa".

De acordo com o site The Wrap, o cancelamento se deu pelo fato de o filme "Batgirl" ter ultrapassado o próprio orçamento devido a atrasos e gastos não previstos causados pela pandemia de Covid-19. A Warner se pronunciou e considerou a decisão uma "mudança de estratégia."

"A decisão de não lançar Batgirl reflete a mudança de estratégia de nossa liderança em relação ao universo DC e à HBO Max", diz o comunicado, repercutido pelo Deadline. "Leslie Grace é uma atriz incrivelmente talentosa, e essa decisão não se relaciona à sua performance. Somos incrivelmente gratos aos cineastas por trás de Batgirl e Scoob! Holiday Haunt, assim como aos elencos, e esperamos colaborar com eles novamente em um futuro próximo", diz o comunicado.

A referência a "Scoob!" é pelo fato de o estúdio ter decidido também cancelar o lançamento da animação, uma continuação de "Scooby! O Filme", de 2020. O filme teve gastos estimados em US$ 40 milhões e era previsto para ser lançado na plataforma de streaming.

Desde que assumiu como CEO dos estúdios Warner, David Zaslav já declarou não ver sentido em investimentos milionários para filmes serem lançados no catálogo do serviço de streaming, como seria o filme sobre Scooby Doo e, possivelmente, "Batgirl". Previsto para 2023, o filme "Besouro Azul", com Bruna Marquezine no elenco, também já não tem mais garantia de lançamento.

DIRETORES SE PRONUNCIAM

Os diretores Adil El Arbi e Bilall Fallah se pronunciaram por meio de um comunicado publicado em suas redes sociais. No documento, a dupla diz triste e chocada com a decisão da Warner Bros. "Ainda não conseguimos acreditar. Como diretores, é fundamental que nosso trabalho seja mostrado ao público, e, já que o filme estava longe de ser finalizado, desejamos que os fãs ao redor do mundo tenham a oportunidade de ver e aproveitar o filme finalizado. Talvez um dia, eles possam", diz a nota.

A dupla agradece ainda ao elenco e se diz fã da franquia "Batman", esclarecendo que "foi um privilégio e uma honra fazer parte DCEU, mesmo que por um momento breve. 'Batgirl' para a vida.", finaliza o comunicado. A atriz Leslie Grace ainda não se pronunciou sobre o cancelamento do filme.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos