Wanessa Camargo desabafa sobre separação dos pais com nova música

***FOTO DE ARQUIVO*** SÃO PAULO, SP, 19.12.2017 - A cantora Vanessa Camargo no Allianz Parque, em São Paulo, o concerto Feliz Natal Brasil.               (Foto: Marcelo Chello/CJPress/Folhapress)
***FOTO DE ARQUIVO*** SÃO PAULO, SP, 19.12.2017 - A cantora Vanessa Camargo no Allianz Parque, em São Paulo, o concerto Feliz Natal Brasil. (Foto: Marcelo Chello/CJPress/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Wanessa Camargo, 36, se abriu aos fãs e resolveu falar sobre o momento que sua família passa com uma nova música. Em "Por Favor", a cantora aborda o drama da separação de casais e a reação dos filhos, tendo sua própria vida como referência, já que seus pais Zilu Godoi e Zezé Di Camargo são separados.

Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Siga a gente!

"Parte dela vive em mim, espelho meu. Parte dele sopra em mim, você se esqueceu. É como ficar sem chão, partiram meu coração", canta Wanessa em um dos versos.Em outro, ela fala sobre ter de fazer escolhas frente a esse drama:

"Eu cansei de tentar, de ajudar.

Eu cansei de ouvir e de falar. Como posso escolher entre ele e você? Entre ela e você? Por favor."

A música chega acompanhada de clipe interpretado por Lisandro Leite e Silvia Arantes, além da própria cantora.

Wanessa lança a música ao mesmo tempo em que seus pais vivem um impasse judicial. Zilu move uma ação contra o ex-marido, que cobra da Justiça uma revisão do acordo do divórcio. No entanto, ela parece não ter apoio do filho.

"Aiai mãe, você sabe muito bem a realidade financeira de tudo. Seu advogado transformou isso em um circo para ganhar mídia. Quem colocou a gente no meio disso foi você que disse que foi coagida pelos filhos e continua acusando a gente, agora de tomar partido. Só me resta decepção", escreveu Igor, que é irmão de Wanessa e Camilla, nas redes sociais.

A mãe, por sua vez, escreveu um desabafo nas redes sociais dizendo que seus filhos jamais poderiam ter apoiado o pai nesta briga judicial, expondo sua tristeza e inconformidade com toda a situação.

"Não posso deixar de expor minha profunda tristeza e inconformismo, de saber que meus filhos tomaram o partido do pai sobre uma discussão puramente patrimonial, que eles não têm domínio, na verdade nenhuma noção do que eu e Zezé tínhamos de patrimônio quando nos divorciamos, só sabem o que ouviram o pai dizer", afirmou. "Jamais eles poderiam ter feito isso comigo. Felizmente o amor que tenho pelos meus filhos é incondicional. Eu só quero justiça, nada mais".