Walcyr Carrasco: 'Mais mães levaram as filhas para ser modelo depois do book rosa'

Walcyr Carrasco fala do sucesso de “Verdades Secretas” (Paulo Belote/Globo)

Walcyr Carrasco ficou surpreso com uma das repercussões de “Verdades Secretas”, novela que escreveu no ano passado. Um dos assuntos que o autor abordou foi o “book rosa”, que modelos de agências fazem ao sair com clientes em troca de dinheiro. Ele conta como surgiu a ideia do tema e o desdobramento após a trama.

“Fui repórter durante muito tempo e diretor da revista ‘Vogue’. Já sabia da existência do book rosa e book azul e tinha os contatos dos donos de agências. O público adorou, ficou hipnotizado. Mesmo sendo exibida às vezes à meia-noite, a novela era a maior audiência do dia da Globo. Mas os diretores do mundo da moda foram à imprensa me atacar dizendo que era um absurdo”, recorda.

Leia mais:
Fernanda Souza se derrete por Thiaguinho: 'Meu amor, meu companheiro’
Gwyneth Paltrow e Drew Barrymore comemoram juntas o aniversário de Cameron Diaz


Na história, Angel (Camila Queiroz) tentava a carreira de modelo e, para ajudar a família, aceitava fazer book rosa e sair com o empresário Alex (Rodrigo Lombardi). Os dois se apaixonaram, ficaram afastados mas ele deu um jeito de casar com a mãe dela, Carolina (Drica Moraes), e manter o caso, resultado em um fim trágico.

Walcyr cita um dado curioso. “Soube que este ano mais mães levaram as filhas para ser modelo. Não sei se a novela foi educativa ou se fez mais mães quererem ficar ricas”, diverte-se.