Vitor Kley tira a camisa e celebra o amor com pop rock na Virada Cultural 2022

SÃO PAULO, SP, BRASIL, 28-05- 2022: Movimentação durante o primeiro dia da Virada Cultural 2022 no palco Vale do Anhangabaú. Na foto show do cantor Vitor Kley. (Foto: Jardiel Carvalho/Folhapress)
SÃO PAULO, SP, BRASIL, 28-05- 2022: Movimentação durante o primeiro dia da Virada Cultural 2022 no palco Vale do Anhangabaú. Na foto show do cantor Vitor Kley. (Foto: Jardiel Carvalho/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Vitor Kley tocou por quase 1h30 no show que abriu o palco Viaduto do Chá e as atividades da Virada no centro. Ele se revezou entre violão e guitarra para mostrar seu pop rock relaxado e muitas vezes romântico, e a plateia, numerosa mas não abarrotada respondeu cantando hits como "Morena" e "Pupila", batendo palmas e dançando.

O clima foi de descontração e era grande a presença de crianças no público, algo notado pelo cantor. "Vocês têm muito a ensinar a nós, adultos", ele disse para a plateia mirim, visível ao serem colocados nos ombros dos pais.

Ele fez declarações a São Paulo, disse que acredita na força do amor e brincou promovendo uma batalha de solos entre seu guitarrista e seu baterista. Já nos momentos finais, tirou a camisa, fez o público agachar e pular na música "Adrenalizou" e cantou seu maior hit, "O Sol", momento mais animado, em que a plateia cantou em uníssono. Encerrou o show por volta de 19h40, com "Avião de Papel".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos