Vitão comemora marketing de música com Luísa Sonza: 'Foi bem sucedido'

Patrick Monteiro
·3 minuto de leitura
Vitão conversou com o Yahoo! sobre o sucesso de 'Flores' (Reprodução / Instagram)
Vitão conversou com o Yahoo! sobre o sucesso de 'Flores' (Reprodução / Instagram @vitao)

Vitão deu um tiro certíssimo com o lançamento de ‘Flores’, sua parceria musical com Luísa Sonza. A música já conta com 9,5 milhões de plays no Spotify e 54,5 visualizações do clipe no Youtube em duas semanas de lançamento, um marco. O cantor conversou com o Yahoo! sobre o sucesso.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 minuto e receba todos os seus e-mails em um só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook e Twitter, e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário

O pré-lançamento do single contou com uma estratégia de marketing de emboscada perfeita. A cantora havia acabado de se separar de Whindersson Nunes e o assunto era um dos mais falados da internet por semanas. Eles aproveitaram o interesse na vida dela e começaram a aparecer juntos.

Leia também

Uma semana depois a música chegou às plataformas digitais. Ele conta que ajudou a pensar a estratégia. “É muito interessante fazer parte disso. Gerar essa atenção à música é o mais importante, fazer as pessoas ouvirem e assistirem o clipe. Ainda mais essa estratégia que foi uma parada que aconteceu em um momento exato da vida da carreira dela e da minha para que fosse uma coisa explosiva e gigantesca. Foi bem sucedido”, comemora.

Isolado com a família, Vitão acredita que 2020 não é um ano de todo perdido. “Por mais que estejamos perdendo a estrada, o palco, os encontros com fãs, ir à programas de tv e rádio... Os artistas estão conseguindo trabalhar de outras formas: lançando música, compondo. Está sendo um outro lugar do trabalho e estou muito orgulhoso do que tenho feito”, afirmou.

O artista não acha que a indústria da música não sofrer mudanças drásticas no pós-pandemia e que lavar as mãos é uma prática que vamos retomar para sempre. “Acho que as pessoas estarão mais aflitas e afoitas ainda para estar em shows. Vão estar mais empolgadas quando assistirem ao artista que gostam. Vai ser muito foda quando tudo voltar ao normal”, ponderou.

Com pouco mais de dois anos de carreira, Vitão sonha alto. “Quero expandir a minha música para o mundo. Isso sempre foi uma vontade muito forte para mim e sempre tive vontade de fazer isso cantando em português. É importante falar inglês e espanhol, mas o mais interessante pra mim é levar a música cantada em português assim como o Michel Teló fez em 'Ai Se Eu Te Pego' e Tom Jobim com 'Garota de Ipanema'. Hoje, com mais tecnologia, as coisas podem ser mais expansivas”, desejou.

Além de expandir, ele também quer trazer novos ritmos para a sua música. “O mais desafiador é trazer de volta os ritmos brasileiros para a cultura pop. Quero trazer elementos do samba, do pagode... Fazer músicas com acordes de bossa nova e harmonias mais rebuscadas”, contou.

Um dos sonhos de Vitão é um TOP 50 das músicas mais tocadas diferentes. “Quero trazer isso para um âmbito mais popular. Essa lista ainda é muito dominada pelo funk e sertanejo, que tenho todo o respeito, mas abrir essas fronteiras é a maior batalha, mas é o que me deixa mais orgulhoso quando dá certo”, avaliou.