Virgínia Fonseca engana fãs sobre parto nos EUA e explica dupla nacionalidade

·2 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A influenciadora e youtuber Virgínia Fonseca, 21, fez uma "trollagem" em um vídeo de seu canal afirmando que teria sua primeira filha com o cantor Zé Felipe, 22, nos Estados Unidos. Dentre os motivos, ela destacou que Maria Alice também teria dupla nacionalidade, assim como ela. "Eu sou americana. Eu nasci nos Estados Unidos, minha mãe é brasileira e meu pai é português. Os dois se conheceram nos EUA, engravidaram lá e me tiveram lá. Com três anos, eu voltei para o Brasil e eu nunca mais voltei, só para passear na Disney", conta sobre sua dupla nacionalidade. "Estamos aqui em época de pandemia, todos em lockdown. Zé Felipe não está trabalhando, ninguém está trabalhando. Eu consigo [trabalhar], graças a Deus porque eu consigo fazer de casa", continua enquanto dá motivos para os internautas acreditarem na "trollagem". "O que eu pensei: se a Maria Alice nascer aqui no Brasil, ela não vai ser americana, ela vai ter o passaporte, porque ela é minha filha... É algo assim, eu vou conseguir legalizar ela", disse. "Ela vai ter o passaporte brasileiro e o americano, como eu tenho". "Só que no meu caso, está escrito naturalidade: brasileira e americana. No da Maria Alice teria brasileira e é uma papelada e burocracia para conseguir legalizá-la, certo? Ela nascendo lá, ela é americana e pronto", continua ao sustentar a brincadeira. "Ela volta para o Brasil tira o passaporte e dá entrada no consulado brasileiro lá, como a minha mãe fez comigo". Após alguns minutos do vídeo, ela revela: "Estou muito feliz, e mais feliz ainda de falar para vocês que é 'trollagem'". A youtuber então pede para que ninguém conte o segredo do vídeo nos comentários. "Por favor, não comentem aqui que é 'trollagem'", pediu, "não vamos acabar com a brincadeira". Ela completa falando que fez a brincadeira porque estava entediada. "Não pretendemos sair do Brasil".