Violoncelista Yo-Yo Ma improvisa um concerto após ser vacinado

·1 minuto de leitura
O violoncelista americano Yo-Yo Ma em show em Medellín, Colômbia, em 9 de maio de 2019

Músicas de esperança e conforto ressoaram no sábado em um centro de vacinação americano, onde o violoncelista Yo-Yo Ma improvisou um concerto após receber sua segunda dose da vacina da covid-19.

O artista, nascido na França há 65 anos e de pais chineses, surpreendeu outros pacientes e funcionários do Berkshire Community College, em Massachusetts, segundo trechos de sua apresentação publicados na página da instituição no Facebook.

Posto em observação após receber a injeção, ele tocou por cerca de quinze minutos sentado em uma cadeira de plástico, antes de ser calorosamente aplaudido pelo público.

Ele queria "retribuir com algo", disse o gerente do centro Richard Hall, citado pelo jornal local The Berkshire Eagle.

Há um ano, o músico publica regularmente suas interpretações de Bach ou Beethoven, entre outras, nas redes sociais sob as hashtags #songsofcomfort ou #songsofhope (canções de conforto ou esperança).

"Nestes tempos de ansiedade, quero continuar compartilhando a música que me conforta", explicou em um tweet há um ano.

O solista também se apresentou várias vezes em memória das vítimas da pandemia e em homenagem ao pessoal médico.

chp/rle/yo/gm/ap