videos

  • Relembre a carreira icônica de Glória Maria

    Uma das maiores jornalistas do Brasil, a morte de Glória Maria foi confirmada na manhã desta quinta-feira (2). Ela deixa duas filhas, Maria e Laura, de 14 e 15 anos, respectivamente. Glória foi diagnosticada com um câncer de pulmão, tratado com imunoterapia. Mas, logo em seguida, foi diagnosticada com metástase no cérebro e fez uma cirugia de emergência. Glória ficou conhecida pelas suas aventuras e viagens em frente às câmeras e pelo jeito divertido de conduzir suas entrevistas. Relembre a carreira da jornalista.

  • 1ª semana do BBB 2023: confira as tretas e os romances

    A 1ª semana do BBB 23 está quase chegando ao fim, mas muita coisa já rolou no programa Teve tretas e formação dos primeiros casais. Confira o que rolou no resumo Prova de resistência No primeiro dia, durante a prova de resistência, já rolou a primeira treta entre Gustavo e Bruna Griphao Por erro da produção, a dupla Key Alves e Gustavo saiu da disputa Mas ao retornar, Gustavo provocou Bruna: “Não falou que o cowboy tinha saído? Ele voltou, minha filha” Bruna retrucou: “Esse maluco [Gustavo] é bom, mano. Não era para eu estar falando isso, porque estou com raiva dele” Choro de desabafo Na quarta, Cezar Black chorou ao fazer um desabafo com sua dupla, Domitila Barros Ele falou como sua profissão, a enfermagem, é invisibilizada até por parceiros de trabalho, como médicos A conversa foi uma resposta de Cezar a um comentário do médico Fred Nicácio, que falou mal de uma enfermeira Beijos e festa Na festa liderada por Anitta, rolaram os primeiros beijos da edição O primeiro beijo foi da dupla Key Alves e Gustavo e o segundo foi de Bruna Griphao e Gabriel Além de trocarem carinhos e promessas na piscina durante o dia, Bruna e Gabriel dormiram juntos Já Fred Nicácio e Gabriel Santana, antes de se beijaram mais discretamente, tiveram uma longa conversa Treta entre líderes No quarto dia do BBB, as amigas Bruna Griphao e Larissa brigaram no Quarto do Líder Um ruído de comunicação levou a atriz e a professora de educação física a dormirem separadas

  • Em "Vai na Fé", Jean Paulo Campos celebra primeiro papel adulto: "Traz questões raciais"

    Jean Paulo Campos está no auge da transição da carreira infantil para papéis mais maduros. Marcado pelo Cirilo de "Carrossel", o ator entra na Globo em "Vai na Fé", que estreia nesta segunda-feira (16). Ao Yahoo Entrevista, o artista de 19 anos detalha a experiência de encarnar o estudante de Direito Yuri, universitário bolsista da trama escrita por Rosane Svartman. Primeiro papel adulto Questionado sobre o que esperar de sua participação na novela, Jean Paulo mostra que Yuri representa sua virada de chave na vida profissional. "Vai na Fé está sendo muito importante em vários quesitos. O Yuri é meu primeiro personagem 'de maior'. Leva muito mais maturidade do que outros personagens que eu já tinha feito. Ele já viveu muitas outras coisas", declara. Abordagem de questões raciais Numa novela carregada de representatividade preta no elenco, Jean Paulo garante que situações de racismo serão abordadas na tela. "Ele traz as questões raciais bem no cotidiano da faculdade mesmo. Acontece bastante. Acontecem diversas situações que, suavemente, vão mostrando essas coisas", adianta. Imersão no Direito Ele ainda detalha a experiência de imersão no universo jurídico. "Ele faz Direito na faculdade. A gente já teve uma imersão com um advogado real para saber como é a mente de um. Ali que a gente conseguiu se encontrar, encontrar o personagem, nesse senso de justiça", afirma. "Fiquei muito feliz fazendo essa preparação, de conhecer todo o pessoal e esse elenco brilhante que a novela tem", completa sobre a produção protagonizada por Sheron Menezzes e com nomes como Elisa Lucinda, Bella Campos, José Loreto e Mel Maia.

  • Padrão? Tô fora! Ex-BBB Ariadna Arantes tem um recado para Boninho

    Ex-sister pede por mais diversidade no "BBB".

  • Ex-BBB Ariadna revela sua torcida na Casa de Vidro e descarta Gabriel: "Padrão

    Influenciadora foi entrevistada pelo Yahoo na manhã desta quarta-feira, 11.

  • Mel Maia e MC Daniel: quatro momentos fofos do casal

    Apesar de terem oficializado a relação apenas no começo de 2023, o casal tem sido visto junto desde outubro do ano passado. O que começou como uma amizade, se tornou um romance acompanhado de perto pelos fãs. Relembre os momentos mais fofos do relacionamento: Fotos românticas No começo de novembro, Mel e MC apareceram fazendo poses românticas. E na legenda, o funkeiro chamou a famosa de melhor amiga. Jogo do Brasil No final de novembro, os famosos acompanharam juntinhos o 2º jogo da seleção na Copa. Declaração em live Em dezembro, durante uma live o Mc se declarou para Mel "Não aguento mais te chamar de amiga”. E ainda completou dizendo: "Óbvio que eu sou apaixonado por você". E, no final, fez vários elogios sobre a aparência da atriz. Troca de alianças No dia 02 de janeiro, o funkeiro e atriz fizeram publicações em suas redes assumindo o namoro. Eles apareceram se abraçando e trocando carícias durante uma viagem em Búzios e ainda mostraram a aliança que simboliza o amor dos dois. As joias foram avaliadas em R$66 mil.

  • Afinal, rolava pegação geral nos bastidores de "Malhação"? Giovanna Grigio responde

    Atriz repercutiu a fala de Isa Scherer, colega de elenco na novela.

  • Giovanna Grigio revela o que tem em comum com a Emilia de "Rebelde"

    Atriz conversou com o Yahoo Entrevista.

  • 'Histórias de quem mostrou demais': Sheila Mello e Rita Cadilac revelam como driblam objetificação

    Com as mulheres cada vez mais empoderadas, crescem também as discussões sobre a objetificação do corpo feminino. Como a sociedade machista, com mídias igualmente problemáticas, retratam as mulheres, especialmente as que ousam demonstrar sensualidade? É o que o Yahoo discute com Rita Cadilac e Sheila Mello, consideradas sex symbols nos anos 1980 e 1990, respectivamente. Em entrevista para o projeto especial "Histórias de quem mostrou demais", as artistas avaliam a forma como são retratadas, os limites muitas vezes cruzados por quem as sexualiza e como reagem à objetificação e à opressão dos que tentam controlar seus corpos. Assista o vídeo completo acima Ficha técnica Edição, produção técnica: Malabar Filmes Reportagem, produção e coordenação: Amanda Serra e Bárbara Saryne

  • Ex-BBB, Rodrigo França avalia participação no reality: “O fruto foi gostoso”

    Rodrigo França já era ator, diretor e professor quando aceitou participar do "Big Brother Brasil 19", mas foi a partir do reality que ele se tornou um nome nacionalmente conhecido. Por isso, ainda que avalie sua experiência como difícil, não se arrepende. "A própria palavra reality show fala de realidade. Não foi delícia, foi muito violento estar ali, mas não me arrependo porque o fruto foi gostoso", destaca ao falar com o Yahoo Entrevista e pontuar as possibilidades de trabalhar como diretor de TV e cinema. França é o diretor do filme "Barba, cabelo e bigode", da Netflix, além de assinar a direção do especial "Humor negro", recém-lançado no Globoplay. Sua participação no reality show da Globo se deu no ano em que os participantes do programa se dividiram em dois grupos, apelidados de “Villa Mix” e “Gaiola”, e renderam diversas discussões — dentro e fora do confinamento — sobre racismo. Por apontar atos preconceituosos de alguns brothers e sisters, França e seus aliados foram taxados como “chatos” por parte do público, além de também serem alvo de muito preconceito. Quase quatro anos depois, França ressalta que tudo tem um peso maior quando se é preto, e reafirma suas posições. "Eu ainda prefiro ser o chato militante do que o incoerente", frisa, também como um recado aos futuros participantes. A próxima edição do reality estreia na TV no dia 16 de janeiro, mais uma vez misturando anônimos e famosos. O comando da apresentação segue de Tadeu Schmidt. Assista à entrevista completa: