Victor Hugo diz que não achou eliminação injusta e espera manter amizade com Guilherme

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Eliminado do Big Brother Brasil 20 na noite desta terça-feira (10), Victor Hugo, 25, tomou um café da manhã com Ana Maria Braga no programa Mais Você desta quarta-feira (11), e disse que gostaria de ter mostrado mais sobre si dentro do reality.

"As pessoas não me davam a oportunidade de me abrir, de ser quem eu era", afirmou. "Isso tudo era um sonho parar mim, mas sinto que não consegui ser eu de verdade, ser simpático o suficiente como sou aqui fora. Quando eu era simpático, as pessoas olhavam para mim e diziam: 'falso'".

Victor Hugo sentiu que as pessoas só o acusavam e não conseguiam ter confiança nele. Taxado de "planta" por muitos brothers e internautas, ele disse que não sabia que teria esse apelido. "Eu sempre me posicionei muito em relação às coisas", disse. "Tive uma postura que talvez não me favoreceu, mas gosto de ter tido essa postura. Não concordo nem com um lado nem com outro. Não valorizava um grupo, mas sim as pessoas".

O brother disse que desde o início do reality não concordou com a divisão de grupos. No entanto, ele não considera que tenha ficado "em cima do muro". Ainda assim, não achou sua eliminação injusta e afirma que ela aconteceu no momento certo, pois ele já estava com "sintomas psicológicos difíceis de lidar".

"Todo dia que eu acordava eu precisava me falar: 'Victor, isso é um jogo, vai acabar'", contou ele. O brother disse que todos os dias passava por situações "pesadas", como ser excluído de uma roda de abraços, e que "jamais faria isso com alguém". Ainda elogiou Felipe Prior por não tê-lo deixado de lado quando os demais da casa comentaram sobre ele, durante sua ausência.

Ele também avaliou seu apelido de "palestrinha": "No início eu via como algo extremamente legal. Era uma maneira de valorizar uma qualidade minha", disse. "Mas depois vi que as pessoas estavam usando isso como pejorativo, e isso me afastava das pessoas".

AMOR POR GUILHERME

Antes de entrar no programa, Victor Hugo afirmou que é virgem e assexual, ou seja, não sente atração por sexo. Ao longo do reality, porém, se declarou apaixonado por Guilherme, brother que foi eliminado no último dia 3, e que estava em um relacionamento com Gabi na casa. O psicólogo chegou a dizer que já tinha superado a paixão e que torcia pelo casal, mas depois voltou a falar sobre o seu amor por Guilherme.

"Eu sempre me relacionei mais com mulheres. Nunca me apaixonei por homens, foi a primeira vez que isso aconteceu. Acho que ele é uma pessoa incrível. Aí eu me permiti. Sei que isso poderia ser um risco, mas foi a experiência [...] Se me julgarem, tudo bem, porque é sincero", disse o brother.

"Só pelo fato de estar perto dele, eu já ficava feliz", acrescentou, dizendo que não esperava uma relação amorosa com ele. Ainda assim, o brother admitiu que o que sentiu por Guilherme foi amor. "Tenho certeza de que seremos grandes amigos aqui fora, e nada mais do que isso".

Victor Hugo saiu com 85,22% dos votos contra 10,18% de Manu Gavassi, e 4,60% de Babu. "Estou tranquilo e feliz para caramba", disse ele ao sair do programa.

Ele foi indicado ao paredão pelo líder Pyong. Já Babu foi o mais votado da casa, e Manu foi para berlinda por ter apertado o botão vermelho do Quarto Branco.

O resultado surpreendeu Victor Hugo. Em conversa com Felipe Prior, na tarde desta terça-feira, ele tinha sinalizado ter certeza de que iria continuar na disputa. "Eu estou louco para que chegue logo à noite para saber o resultado desse paredão, porque eu quero ver a reação das pessoas mudando quando eu ficar", disse.