Victor Fasano segue os passos de Cássia Kis e participa de atos golpistas no Rio

***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP - O ator Victor Fasano durante a estreia da peça
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP - O ator Victor Fasano durante a estreia da peça

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - Entre os representantes do meio artístico, pode-se dizer que Cássia Kis não está só nos atos golpistas que vêm acontecendo desde a vitória de Lula (PT) nas eleições presidenciais, no dia 30 de outubro. Victor Fasano, 64, juntou-se a ela na cruzada antidemocrática dos eleitores de Jair Bolsonaro.

O ator, que tem um histórico de dedicação a projetos em defesa do meio ambiente, estava em vigília na porta do Comando Militar do Leste, no Rio, e em seu Instagram, ele explicou o motivo que o levou a iniciar a fria madrugada desta quinta-feira (10) na manifestação.

"Como nós temos nossa liberdade garantida pela nossa constituição, em um país democrático, sim, nós podemos continuar nos manifestando, querendo saber o que houve na eleição passada. Então, firmes, minha gente, firmes. Enquanto nós não tivermos uma resposta concreta, convincente, continuaremos aqui fazendo a nossa vigília todos os dias. Boa noite", disse, em vídeo postado na rede.

Galã da TV brasileira nos anos 1990 e 2000, Victor está afastado da Rede Globo há dez anos. Seu último trabalho na emissora foi na minissérie "Amazônia", de Gloria Perez. Ele teve em seguida uma breve passagem pela Record, e em entrevista recente, diz ter optado por abandonar a carreira na TV em 2016.