Velho do Rio desaparece após desrespeito de Jove; cena existia em "Pantanal" de 1990

Velho do Rio e Jove em
Velho do Rio e Jove em "Pantanal" (Reprodução Globo)

Nos próximos capítulos de "Pantanal", o Velho do Rio (Osmar Prado) decidirá desaparecer após ser desrespeitado por Jove (Jesuíta Barbosa), que o fotografou sem seu consentimento. A entidade, na verdade, é Joventino, avô de Jove e pai de José Leôncio (Marcos Palmeira), mas ninguém além dele e Juma sabem da identidade real do homem.

Durante anos, o Velho do Rio pairou pelas matas protegendo seus herdeiros e os verdadeiros defensores do bioma do Pantanal. A entidade não aparece para todo mundo, e já deixou claro que não quer ter sua identidade revelada.

Jove, entretanto, não respeitou o pedido e fotografou a entidade. Juma, protegida do Velho do Rio, tentou alertar o namorado sobre o desrespeito, mas Jove não aceitou e afirmou que seu pai merece saber a verdade. "Joga fora o retrato dele, agora", pede Juma. Quando Jove nega, o Velho do Rio invade a tapera e afirma que vai desaparecer para sempre. "Você perdeu a confiança dele, Joventino. O pai do seu pai não existe há muito tempo. O Velho é pai das sucuris. Que nem minha mãe é a mãe das onças", explica Juma, cuja mãe, Maria Marruá, se tornou onça após ser assassinada em uma disputa de terras.

Na novela original de 1990, a cena também existiu. No roteiro de Benedito Ruy Barbosa, Jove não ouve os conselhos de Juma e diz que José Leôncio tem direito de ver as fotos do Velho do Rio. "Eu vou mandar revelar quantas vezes for necessário, para que meu pai entenda que é meu avô esse velho. Ele merece", explica o personagem. "Você está traindo quem salvou sua vida", rebate Juma, na época interpretada por Cristiana Oliveira.

Joventino se arrependerá de magoar o avô, pois o Velho ficará entre a vida e a morte mais uma vez. Ele levará um tiro de Tenório (Murilo Benício) no capítulo de quarta-feira (13). O vilão vai disparar contra a sucuri depois de quase levar um bote da cobra. Desta vez, quem salvará a vida do Velho será Eugênio (Almir Sater), o dono da chalana.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos