Veja lista de mortos de acidente entre ônibus e caminhão no interior de SP

ALFREDO HENRIQUE
·2 minuto de leitura
ITAÍ, SP, 26.11.2020 - VELÓRIO-VÍTIMAS-ACIDENTE-SP - Amigos e familiares no Cemitério Municipal de Itaí, no interior de São Paulo, durante enterro das vítimas do acidente entre um ônibus e um caminhão que causou 41 mortes e deixou dez pessoas feridas na manhã de quarta-feira (25) na região de Avaré, também no interior de São Paulo. (Foto: Eduardo Anizelli/Folhapress)
ITAÍ, SP, 26.11.2020 - VELÓRIO-VÍTIMAS-ACIDENTE-SP - Amigos e familiares no Cemitério Municipal de Itaí, no interior de São Paulo, durante enterro das vítimas do acidente entre um ônibus e um caminhão que causou 41 mortes e deixou dez pessoas feridas na manhã de quarta-feira (25) na região de Avaré, também no interior de São Paulo. (Foto: Eduardo Anizelli/Folhapress)

AVARÉ, SP (FOLHAPRESS) - O IML (Instituto Médico Legal) concluiu na madrugada desta quinta-feira (26) a identificação dos 41 mortos no acidente entre um ônibus e um caminhão, na manhã anterior, na rodovia Alfredo de Oliveira Carvalho, região de Taquarituba (328 km de SP), A idade das vítimas não foi divulgada.

Outras dez pessoas foram socorridas a hospitais na região de Avaré (267 km de SP).

Todas as vítimas fatais do acidente iam para o trabalho, em uma indústria têxtil em Taquarituba. O ônibus que ocupava bateu de frente com uma caminhão, na altura do km 171 da rodovia. O ônibus era clandestino.

Os primeiros enterros ocorreram ao longo da madrugada desta quinta. Uma força-tarefa da Prefeitura de Itaí (287 km de SP) abriu em cerca de oito horas 37 covas para que parte dos 41 mortos fossem enterrados.

Segundo o governo estadual, gestão João Doria (PSDB), uma equipe com 21 policiais técnico-científicos, composta por médicos legistas, auxiliares de necropsia e atendentes de necrotério, foi destacada para atuar na região de Avaré. Também foram reforçadas as unidades do IML de Botucatu (238 km de SP) e Itapetininga (172 km de SP).

O IIRGD [Instituto de Identificação Ricardo Gumbleton Daunt], da Polícia Civil, segundo o governo, enviou uma equipe com nove profissionais especializados em datiloscopia para auxiliar no trabalho de identificação. "Outros 10 policiais permaneceram na sede do instituto, na capital, para garantir celeridade no processo de legitimação e liberação dos corpos aos familiares", diz a gestão Doria.

Desta quarta até o fim de semana, somente serviços essenciais, como coleta de lixo e farmácia popular, funcionarão na cidade, que já está em luto oficial, afirmou o prefeito Thiago Santos Michelin (Republicanos).

O acidente foi um dos mais graves já registrados em rodovias no estado.

Veja a lista de mortos no acidente

1) Adriel Calebe Alves de Oliveira

2) Aline Fernanda de Oliveira Antunes

3) Ana Claudia dos Santos

4) Andressa Aparecida Espadia

5) Beatriz Monteiro da Silva

6) Bruno de Oliveira Faustino

7) Camila Cristina Franco Vergueiro

8) Carolina Coelho Batista

9) Claudinei Carlos Barboza

10) Edina Madalena da Silva

11) Edna Aparecida Lobo Batista

12) Elisângela Aparecida Mingote

13) Fabiana Gois Vieira

14) Fernanda Estefany Silva Pereira

15) Francis Kelly Aparecida Nunes

16) Geison Gonçalves Machado

17) Gustavo Ferreira de Oliveira

18) Ivonaldo da Silva Custódio

19) Jean Soares Alves

20) Josiel Aparecido Alves

21) Joyce dos Santos Flores

22) Leandro Maximo Pereira

23) Leda Aparecida Estevam

24) Leonardo José Leme

25) Luciana da Silva Soares

26) Lucielem Firmino dos Santos

27) Lucineia Benedita Soldeira de Melo

28) Marciele Pedroso Nunes

29) Marcio Lima de Freitas

30) Maria Lúcia Martins Rocha

31) Niveo dos Santos Venâncio

32) Osani Lucio

33) Ramon Pereira de Lima

34) Regina Gonçalves Domingues

35) Ronivan Vilhena Augusto

36) Rosana Rodrigues de Oliveira

37) Tais Aparecida de Oliveira Ceara

38) Tiago Aparecido Aulfs

39) Valquíria de Oliveira Cruz

40) Vanessa Carolina Vieira dos Santos

41) Wellington Aparecido Corrêa