Após vídeo polêmico, Val Marchiori distribui alimentos a moradores de rua

Val Marchiori distribui comida a moradores de rua

No mesmo dia em que repercutiram mal suas declarações sobre pessoas em situação de rua, a socialite Val Marchiori distribuiu alimentos na região da Praça da Sé, no centro de São Paulo. Nas fotos, divulgadas em suas redes sociais na última sexta-feira (3), a loura usa máscara e aparece acompanhada da família.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 minuto e receba todos os seus e-mails em um só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Siga o Yahoo Vida e Estilo no InstagramFacebook e Twitter, e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário

Contrariando o que afirmava no vídeo ao lado da primeira-dama do estado de São Paulo, Bia Doria, Val declarou nos Stories do Instagram que “Ajudar faz bem”.

Leia também:

Alguns de seus seguidores, inclusive, apontaram a contradição nos comentários de uma foto recente. “Não entendi nada, foi ela que falou que morador de rua gosta de morar na rua e que não ajudem... Agora ela está ajudando!? Vai entender...”, destacou uma usuária da rede social.

Outro indicou que o assunto continuava rendendo até entre os famosos. “Val, Galisteu e um outro cara que nunca ouvi falar estão na live falando de você, dizendo que tudo que você fez ajudando os moradores de rua é tudo fachada e que você faz isso para se promover e a quem você quer impressionar! Pois é, desse jeito corre lá”, contou o seguidor. A socialite apenas respondeu: “Tadinha”.

No tal vídeo polêmico, que gerou diversas críticas, Bia Doria afirmava: “Não é correto chegar na pessoa que está na rua e dar marmita, porque a pessoa tem que se conscientizar que ela tem que sair da rua. A rua hoje é um atrativo, as pessoas gostam de ficar na rua”.

Val também se posicionou e concordou com a amiga: “Elas não querem sair da rua porque no abrigo têm horário para entrar, têm responsabilidades, limpeza e eles não querem, né?”.

Presidente do Fundo Social de São Paulo, que é responsável por programas destinados a atender pessoas em situação de vulnerabilidade social, Bia Doria ainda acrescentou: “Ela quer receber. Ela quer a comida, quer a roupa, quer uma ajuda e não quer ter responsabilidade e isso está muito errado, porque se a gente quer viver num país onde todos têm suas responsabilidades”.

Com a repercussão negativa, a primeira-dama pediu desculpas e alegou que as declarações foram tiradas do contexto.