Antes elogiada, novela 'Órfãos da Terra' recebe críticas após vacilo das autoras

A vilã está enganando Jamil e Laila descaradamente (Foto: Paulo Belote/Globo)

Prestes a completar dois meses no ar, a novela ‘Orfãos da Terra’ esfriou e começou a decepcionar o público. Logo no início, a trama de Duca Rachid e Thelma Guedes impressionou pela originalidade, efeitos especiais e texto elaborado, mas bastou alguns vacilos para as críticas ficarem em evidência.

Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Segue a gente!

A história começou a se arrastar depois da morte de Aziz (Herson Capri), no início de maio. A expectativa era que a chegada de Dalila (Alice Wegmann) ao Brasil fosse incendiar a trama, o problema é que a vilã tem feito tudo na surdina e a inocência dos protagonistas já cansou até os mais pacientes e altruístas.

Leia também

É difícil acreditar que Laila (Julia Dalavia) e Jamil (Renato Goés), depois de terem comido o pão que o diabo amassou nas mãos do grande vilão, consigam cair tão fácil no papo de Basma/Dalila (Alice Wegmann).

Rania tenta abrir os olhos de Laila, Jamil e Missade (Foto: Reprodução/Globo)

No capítulo desta quarta-feira (29), por exemplo, Rania (Eliane Giardini) os aconselhará a ficarem mais atentos e a reação dos mocinhos será inacreditável.

“Se ela quisesse nos prejudicar, por que seria tão generosa?”, dirá Laila, que revelará que a vilã está doente e sensibilizará toda a família. “Ela é sangue do nosso sangue. Ela é síria”, completará Missade (Ana Cecília Costa). Depois de tudo o que já houve não dá para saber se é inocência ou burrice!

Leia mais: 7 vezes que Juliana Paes roubou a cena e garantiu a audiência

Assim como os mocinhos estão fechando os olhos para o perigo, Dalila (Alice Wegmann) também tem cansado com seu discurso de vilã. A personagem só fica planejando a vingança e demora para colocar os planos em prática. A bomba na bolsa de Cibele (Guilhermina Libanio), inclusive, era uma cena esperada desde a semana passada e só aconteceu no capítulo da última terça (28).

A atriz Bianca Bin em cena de 'O Outro Lado do Paraíso' (Foto: Reprodução/Globo)

Às vezes, a vingança de Dalila (Alice Wegmann), que quer derrubar um de cada vez, lembra a de Clara (Bianca Bin) em ‘O Outro Lado do Paraíso’ (2017). A novela registrou uma boa audiência na época, mas não escapou das críticas de especialistas e apresentou vários problemas.

Protagonistas não são os únicos afetados

Além do principal casal da trama, alguns deslizes também já foram cometidos no núcleo de Ali (Mouhamed Harfouch) e Sara (Verônica Debom). É preciso reconhecer que a história do árabe e da judia está roubando a cena, mas não tem como não notar certo vacilo.

A trama se passa em 2019, período em que todo mundo está conectado, então como é que se explica a falta de uma rede social ou simplesmente um celular com fotos do dono da casa de chá ao lado da jovem para provar que já tiveram um relacionamento?

Muna falando que Latifa faz falta na casa de chá (Foto: Reprodução/Globo)

Sara perdeu a memória no capítulo de quinta-feira (23) e até agora não se lembra de já ter namorado Ali. Bastava abrir o WhatsApp ou a galeria do celular para a moça perceber que o rapaz está falando a verdade. Essa enrolação cansa demais!

Ainda neste núcleo, outro diálogo que não colou foi o de Muna (Lola Fanucchi) pedindo ajuda para Ali depois que Latifa (Luana Martau) resolveu fazer greve de fome para que o árabe resolva casar com ela.

Leia mais: Com a cara do 'Hoje em Dia', programa da Band busca diferencial com time de especialistas

A professora de dança do ventre diz que está difícil trabalhar sozinha na casa de chá e uma cena da casa lotada aparece. O estabelecimento, porém, nunca teve movimento! Não à toa, a família não tinha funcionários. Antes da chegada de Latifa Muna conseguia se virar atendendo os clientes sem precisar de um braço direito.

Camila e o pai viciado no cassino (Foto: Reprodução/Globo)

Por último, mas não menos importante tem Camila (Anaju Dorigon). Ambiciosa e maliciosa, a jovem não notou até agora que o cassino para o qual trabalha é de fachada. Não é possível que algum ator contratado por Paul (Carmo Dalla Vecchia) tenha passado todo esse tempo sem fazer algum comentário ou atitude suspeita.

Alguns vacilos até passam batido, mas se Duca Rachid e Thelma Guedes continuarem seguindo esse caminho vão decepcionar muito, pois ‘Órfãos da Terra’ tem tudo (elenco, direção, tema, público definido) para ser um folhetim inovador e atrativo. Por isso fica a dica: ainda dá tempo de corrigir esses erros.