Vídeo de pastor sorrindo ao dar a noticia da morte de Guilherme de Pádua intriga a web

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A morte de Guilherme de Pádua aos 53 anos foi comunicada por Márcio Valadão, líder da Igreja Batista da Lagoinha, que transformou o ator em pastor. Porém, um fato tem chamado a atenção nas redes sociais: o sorriso dele ao falar sobre a perda.

Com um semblante feliz, Valadão diz: "Recebi um telefonema falando de um de nossos pastores que acabou de falecer. Ele foi preso, cumpriu a pena todinha, mas se converteu. Foi agora, agorinha, caiu e morreu", disse.

O vídeo intrigou a web, que repercutiu. "Tá mais feliz do que a Gloria Perez", escreveu um internauta. "O vídeo do pastor Valadão contando que o Guilherme de Pádua morreu me pegou demais. Ele conta sorrindo, numa alegria única", opinou outra.

Guilherme de Pádua, o ex-ator e pastor que matou Daniella Perez em 1992, morreu na noite deste domingo (6), aos 53 anos, após sofrer uma parada cardíaca, de acordo com o pastor Valadão.

Localizada em Belo Horizonte, cidade natal de Pádua, a congregação foi quem acolheu o ex-ator após sua saída da prisão e o ordenou pastor em 2017. A morte foi confirmada pela assessoria de imprensa da Igreja Batista de Lagoinha, que divulgou uma nota.

"Com 53 anos completados no último dia 2 de novembro, Guilherme compunha o time pastoral da Lagoinha desde sua ordenação, em 2017, liderando o ministério Recomeço, que atua dentro e fora dos presídios da capital mineira e região metropolitana. Antes disso, já havia sido acolhido como ovelha e servia como voluntário nas mais diversas áreas, sempre lidando com os desprezados e marginalizados", diz o comunicado.