Um turno após ser líder, Vasco revê o Ceará para fugir da zona de rebaixamento do Brasileirão

Felippe Rocha
·1 minuto de leitura


O dia era 20 de agosto. Naquela quinta-feira, o Vasco venceu o Ceará por 3 a 0, fora de casa. E o gol de Ribamar, já nos acréscimos do segundo tempo, garantiu ao Cruz-Maltino a liderança do Campeonato Brasileiro com um jogo a menos. Passados três meses e dez dias, o reencontro entre as equipes é bem menos ambicioso, mas talvez até mais importante para o time de São Januário.

Mas o simbolismo daquele momento foi grande. À época comandado por Ramon Menezes, o Vasco voltou à primeira posição do Brasileirão depois de oito anos. Não durou muito, mas foi o ápice da felicidade de um time que, depois, degringolaria em má fase de dois meses.

Naquele oitavo mês do ano, o Brasileirão começava bem para a Cruz de Malta e o aniversário da instituição se deu poucas horas depois daquela vitória em Fortaleza. Rendeu até esta crônica neste mesmo LANCE!. Mas o atual momento vascaíno tem a briga para sair da zona de rebaixamento como uma alarmante realidade.

-> Confira a tabela do Campeonato Brasileiro

O time de Ricardo Sá Pinto - por ora, com Alexandre Grasseli à beira do campo - vem de três empates, um pela Copa Sul-Americana. Obter três pontos no próximo jogo segue importante, mesmo que não para o topo da tabela. Mas se colocar fora do Z4 é necessário.