“Um Lugar Chamado Notting Hill”: Hugh Grant diz que gostaria de ver divórcio dos personagens em sequência

Mayumi Yamasaki
·1 minuto de leitura
21 anos depois, ator também afirmou que comédias românticas
Foto: Reprodução

Entrevistado pelo site Collider para promover a série “The Undoing“, no ar pela HBO, Hugh Grant acabou sendo questionado se gostaria de revisitar um dos personagens das comédias românticas que estrelou no passado, como a icônica “Um Lugar Chamado Notting Hill“. No longa, ele interpreta o par de Julia Roberts.

A ideia era descobrir se o ator tinha curiosidade em saber como o casal principal estaria nos dias atuais.

Com bastante confiança, Grant disse ter certeza de que “todos foram um desastre”. A justificativa foi a de que “Esses filmes são uma mentira. Tenho certeza que meu personagem em ‘Um Lugar Chamado Notting Hill’ e a de Julia Roberts passaram pelo divórcio mais feio de todos, com advogados realmente desagradáveis e caros”.

Diante da declaração, o jornalista comentou sobre a possibilidade de uma sequência do filme que seguisse tal ideia, o que poderia retratar uma história muito mais sombria. Após elogiar o roteiro, Grant refletiu sobre como os filhos dos protagonistas sairiam traumatizados desse projeto hipotético.

Anteriormente, Hugh Grant já tinha sugerido que gostaria de participar de uma sequência que explorasse o divórcio dos personagens de “Um Lugar Chamado Notting Hill” em uma série de vídeos especiais para o Twitter da HBO. Confira:

O filme

Lançado em 1999, o longa acompanha a história do dono de uma livraria que vê sua vida virar de pernas pro ar após se envolver, romanticamente, com a famosa atriz Anna Scott. O encontro rende, para além de uma paixão fulminante, uma série de dilemas relacionados à tentativa de ambos em conciliar seus diferentes estilos de vida.