Um ano de “Future Nostalgia”: relembre os feitos mais incríveis de Dua Lipa nesta era

Mayumi Yamasaki
·3 minuto de leitura
O álbum foi lançado em 27 de março de 2020 (Divulgação)
(Divulgação)

Nesta semana, no dia 27 de março, o segundo álbum da Dua Lipa completa um ano. Recheado de hits, o “Future Nostalgia” já acumula mais de 384 milhões de streams só no Brasil, evidenciando o sucesso dessa mistura setentista, oitentista e contemporânea das músicas que levaram as discotecas para dentro dos lares em 2020.

O single que deu início a essa nova era foi “Don’t Start Now”, lançado em novembro de 2019. Ele foi apresentado de forma criativa em diversas premiações, como o MTV EMA, e programas de televisão, incluindo o Big Brother Brasil. A divulgação foi pesadíssima!

Além de “Don’t Start Now”, outras músicas aqueceram o público para a chegada do disco. Em ordem, foram elas: “Future Nostalgia”, “Physical” e “Break My Heart”. Esta última ganhou um clipe apenas um dia antes do lançamento do álbum completo, que foi antecipado em uma semana porque várias faixas foram vazadas na internet.

Após pedidos de fãs, Dua Lipa ainda transformou “Hallucinate” em single em julho de 2020. A faixa ganhou um registro visual psicodélico feito com técnicas de animação devido ao agravamento da pandemia de Covid-19, que impedia a aglomeração de pessoas.

Reveja:

Tirando o máximo das novas músicas, a britânica também lançou uma versão remix do segundo disco da carreira. Intitulado “Club Future Nostalgia”, o projeto desembarcou nos streamings em agosto, trazendo participações de Madonna, Missy Elliot, Gwen Stefani, Mark Ronson, Stevie Nicks, BLACKPINK e a DJ The Blessed Madonna.

Quando os fãs acharam que tinha acabado, em outubro, Dua apareceu com um single inédito em parceria com a cantora belga Angèle. Apenas um mês depois, foi a vez de lançar “Prisoner”, uma música feita para o novo álbum da Miley Cyrus.

Tanto Angèle quanto Miley participariam mais tarde da live “Studio 2054”. Realizada em 27 de novembro também com aparições de Elton John, Kylie Minogue, FKA twigs, Bad Bunny e J Balvin, o show quebrou recorde de audiência ao reunir mais de 5 milhões de espectadores em todo o planeta.

Como se isso tudo já não bastasse, Dua Lipa anunciou em fevereiro deste ano a edição “moonlight” do “Future Nostalgia”. Já disponível nas plataformas digitais, ela veio com quatro faixas inéditas: “We’re Good”, “It Ain’t Me”, “That King Of Woman” e “Not My Problem” (parceria com J.I.D).

“We’re Good” se tornou o mais recente single da cantora, que tem um ritmo sensual e fala sobre dois amantes que precisam seguir caminhos separados. O clipe dele contou com a direção de Vania Hetmann & Gal Muggla.

Já viu?

No total, o “Future Nostalgia” foi indicado em seis categorias do Grammy 2021, levando para a casa do gramofone de Melhor Álbum Pop no último dia 14 de março. Na cerimônia de entrega dos prêmios, Dua ainda se destacou por apresentar um medley de “Levitanting” e “Don’t Start Now” com muito brilho, carão e coreografia.

Em uma entrevista publicada em dezembro do ano passado pela Billboard, a artista confirmou que deve começar a escrever novas canções e planejar a sonoridade da próxima era em breve. Enquanto isso, seguimos curtindo o aniversariante da semana. Taca stream:

Spotify | Deezer | Apple Music