Último personagem de Flávio Migliaccio fez o público chorar com os dramas da velhice

Flávio Migliaaccio em cena de 'Órfãos da Terra' (Foto: Reprodução/Globo)

Flávio Migliaccio foi encontrado morto aos 85 anos na manhã desta segunda-feira (4), em seu sítio na Serra do Sambê, em Rio Bonito, no Rio de Janeiro. O ator deixou um currículo extenso no teatro e na televisão. O último trabalho dele foi na novela da Globo ‘Órfãos da Terra’, exibida na faixa das seis em 2019.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 minuto e receba todos os seus e-mails em um só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Siga o Yahoo Vida e Estilo no InstagramFacebook e Twitter, e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentários

Na pele de Mamede, Migliaccio interpretou um idoso que deixou o Oriente Médio após perder tudo na guerra. Ao longo da trama, o personagem refez sua vida no Brasil, mas nunca deixou de alimentar o desejo de um dia voltar ao seu país de origem.

Leia também:

O ator foi muito elogiado por seu desempenho no folhetim. Ele fazia o público ir do riso ao choro em questão de segundos. No início de ‘Órfãos da Terra’, a trama de Mamede, que era um muçulmano ranzinza, resumia-se a implicar com um vizinho judeu.

Aos poucos, Flávio Migliaccio foi ganhando espaço e emocionou o público quando o personagem foi diagnosticado com Alzheimer. Em cenas sensíveis e dramáticas, ele falava sobre a dificuldade de ser idoso e refugiado no Brasil.

Na reta final da novela, Mamede chegou a fugir de casa. Ele escreveu uma carta para se despedir da família e gravou um vídeo contando sua história para que seus netos pudessem “conhecê-lo”.

“Esta é uma cartinha de despedida. Mamede não quer dar trabalho ou fazer a família sofrer. Mamede vai embora. Por favor, não venham atrás. Não quero morrer na frente dos meus netinhos”, dizia o texto da ficção.

Embora não soubesse que esse seria seu último personagem, Flávio deu um show e se despediu da dramaturgia em grande estilo. Coincidentemente, o ator também deixou uma carta para seus familiares antes de morrer.