Ubisoft: Após ameaça de greve, CEO pede desculpas por comentários negativos

Depois da apresentação de resultados abaixo do esperado, a Ubisoft sofre com novo problema envolvendo o CEO Yves Guillemot. Após proferir comentários polêmicos direcionados para os funcionários empresa, Yves vai a publico se desculpar.

Após a ameaça de greve devido ao descontentamento dos funcionários com a fala do CEO, uma nova reunião geral foi organizada. Nela, Yves declarou seu pedido forma de desculpas pelos comentários.

 
Skull and Bones foi adiado novamente após apresentação de resultados da Ubisoft

Confira o que disse Guillemot na ocasião, de acordo com fontes presentes no local que se reportaram ao site Kotaku:

"Ouvi o feedbkack de vocês e lamento que isto tenha sido interpretado dessa forma. Ao dizer 'a bola está do vosso lado' para lançar nosso catálogo a tempo e ao nível de qualidade esperado, quis transmitir a ideia de que mais do que nunca, preciso do talento e energia de vocês para que isso aconteça. Esta é uma jornada coletiva que começa, naturalmente, comigo e com a direção para criar as condições para que todos nós tenhamos sucesso juntos."

Na fala, Guillemot afirma que nunca direcionou a responsabilidade pelo baixo desempenho da empresa aos funcionários. Segundo ele, o "topo" da empresa precisa oferecer condições para que, junto com os funcionários, novos produtos sejam no padrão de qualidade e tempo esperados.

Supostamente, a reunião também tratou de reestruturação interna, com possíveis demissões. Sobre isso, Guillemot é bem vago. "Não se trata...

Ubisoft: Após ameaça de greve, CEO pede desculpas por comentários negativos
Leia Mais

Funcionários da Ubisoft ameaçam entrar em greve após comentários de CEO; entenda o caso
Ubisoft lança canal de TV gratuito com conteúdos sobre games
Ubisoft e Riot Games unem forças para para combater a toxicidade nos chats