Twitter é processado por iniciar demissão em massa e perde anunciantes

O Twitter e seu novo proprietário, Elon Musk, iniciaram o processo de demissão na empresa, que pode levar até 3.700 funcionários a perderem seus empregos. Em resposta, o Twitter está sendo processado por não dar aviso prévio para as demissões, pois essa ação é considerado uma violação da lei federal e da Califórnia. Além disso, os anunciantes estão começando a pausar os gastos à medida que a situação se desenvolve.

Conforme relatado pela Bloomberg, o Twitter enviou um memorando interno dizendo: "Em um esforço para colocar o Twitter em um caminho saudável, passaremos pelo difícil processo de reduzir nossa força de trabalho global na sexta-feira". A empresa disse que notificaria seus funcionários por e-mail até as 9h PT de sexta-feira, 4 de novembro. Esses funcionários receberam três cenários sobre o que esperar;

  • Se o seu emprego não for afetado, você receberá uma notificação por e-mail do Twitter

  • Se o seu emprego for afetado, você receberá uma notificação com as próximas etapas por meio de seu e-mail pessoal

  • Se você não receber um e-mail de twitter-hr@ até as 17h PST de sexta-feira, 4 de novembro, envie um e-mail para peoplequestions@twitter.com

"Reconhecemos que isso afetará vários indivíduos que fizeram contribuições valiosas ao Twitter, mas essa ação é infelizmente necessária para garantir o sucesso da empresa no futuro", disse o memorando.

O memorando continuou dizendo que os escritórios serão fechados durante esse processo, além de todos os acessos por crachá ...

Twitter é processado por iniciar demissão em massa e perde anunciantes
Leia Mais

Elon Musk supostamente planeja cortar mais de 5 mil empregos no Twitter
Elon Musk compra Twitter por US$ 44 bilhões e evita processo
Acionistas do Twitter aprovam aquisição por Elon Musk e acordo final terá que ser resolvido na justiça