TV Cultura renova com Marcelo Tas e Vera Magalhães antes do 2º turno

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Fundação Padre Anchieta, mantenedora da TV Cultura, renovou, em outubro, o contrato dos apresentadores Marcelo Tas, do Provoca, e Vera Magalhães, do Roda Viva. A decisão foi tomada dias antes da eleição de Tarcísio de Freitas, do Republicanos, como próximo governador de São Paulo. Ele é aliado do presidente Jair Bolsonaro.

Ambos os apresentadores são críticos ao bolsonarismo e seus contratos venceriam em 31 de dezembro deste ano. O contrato de Magalhães foi renovado até 2025, e o de Tas, por mais dois anos, informa a TV Cultura, acrescentando que a renovação não está relacionada à troca de governo do Estado.

Pela primeira vez depois de quase 30 anos a Fundação Padre Anchieta terá uma mudança efetiva de gestão, com o fim da era do PSDB à frente de São Paulo, o que provocou um ambiente de incerteza sobre o destino da emissora.

A TV Cultura, embora seja financiada parcialmente com recursos do Estado, tem independência na produção de conteúdo e programação, ou seja, não se trata de uma televisão estatal, de acordo com as regras de seu estatuto. A emissora também é custeada em parte com verba da iniciativa privada.