6 sinais de que você tem estafa mental, a doença de Anitta

Anitta foi diagnosticada com estafa mental. Entenda o que isso significa! (Foto: Instagram / Anitta)

Se você acompanha as notícias, deve ter visto que a cantora Anitta foi diagnosticada com estafa mental. Talvez, você não entenda exatamente o que o termo significa, mas, saiba: pode ser que você esteja passando por isso e não saiba.

Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Segue a gente!

Na dúvida, e caso você identifique em si mesmo algum dos sintomas, é importante consultar um médico e buscar a melhor forma de tratamento. No mais, entenda, abaixo, um pouco mais sobre a estafa mental:

Leia também

1. O que é estafa mental?

Segundo Raquel Freire, psicóloga da plataforma FalaFreud, de atendimento psicológico online, a estafa mental é "um estado profundo exaustão que pode acarretar diversos problemas". De acordo com a profissional, essa é uma condição que gera baixa na vitalidade e baixo rendimento. Além disso, alguns outros sintomas comuns são:

  • Perturbações de sono e na rotina como um todo;

  • Mudança na alimentação (comer demais ou menos que o normal);

  • Oscilações de humor;

  • Tendências a comportamentos desordenados e com agressividade;

  • Sensação de incapacidade;

  • Frustração;

  • Cansaço extremo.

Em alguns casos, a psicóloga atenta também para o surgimento de dores musculares, baixa imunidade, desânimo e apatia.

2. Como identificar um quadro de estafa mental?

"Os primeiros sinais são vistos quando há uma mudança nas atividades corriqueiras", diz Raquel. "Quando tudo que antes era realizado começa a ficar com um peso maior." Basicamente, é possível começar a identificar uma situação de estafa mental quando você percebe mudanças de humor e também na qualidade do sono, mas é necessário um diagnóstico feito por um profissional da área de saúde mental para confirmar o quadro.

3. Estafa mental e depressão têm relação?

Os quadros são, sim, diferentes, mas os sintomas podem confundir. A depressão é caracterizada por uma melancolia sem causa aparente, que também pode aparecer na estafa a longo prazo. Enquanto na depressão muitas das sensações surgem aparentemente sem causa certa, na estafa o que acontece é um agravamento de sensações desagradáveis por causa de uma rotina com excesso de coisas a fazer, a ponto da pessoa achar que não vai dar conta.

"Muitos quadros se confundem entre si através dos sintomas, mas o que diferencia a depressão de uma estafa seria o estilo de vida em especial. A estafa, se não tratada, pode desenvolver depressão, ansiedade, outros quadros de patologias mentais ou até mesmo sintomas psicossomáticos como gastrite e problemas no estômago", explica a psicóloga.

Encontrar um equilíbrio na rotina é essencial para combater a estafa mental (Foto: Getty Creative)

4. De que forma a estafa pode prejudicar a rotina de uma pessoa?

Se antes, você era alguém bastante produtivo, agora não consegue mais manter a rotina de produtividade e realizar as suas atividades. Você passa a dormir cansado, e passa o dia com uma sensação de que está se "carregando" de um lado para o outro. "Tudo fica mais difícil e pesado, e isso atrapalha diretamente em seu círculo social, nas suas atividades laborais, e no seu campo psíquico", diz ela.

5. Qual a principal forma de tratamento?

Segundo Raquel, a psicoterapia é um passo para a cura de quem se encontra em um estado de estafa. "Identificando como acontece a exaustão dentro da terapia, o indivíduo passa a ter mais manejo no que se refere às suas atividades de vida. Há que se pensar também em seus hobbies, e suas horas de lazer.", diz ela.

De acordo com a profissional, encaixar na agenda momentos de ócio criativo são importantes para ajudar com a sensação de bem-estar, assim como colocar no dia a dia atividades que você gosta de fazer, de ir ao cinema a passar tempo com as pessoas que gosta, além de fazer atividades físicas com frequência.

O mais importante é: dá para sair de um quadro de estafa. "Apesar de no início tudo parecer difícil nessa recuperação, é possível a mudança através de uma nova organização na rotina. A pessoa que passa pela estafa passará a escolher como será seu estilo de vida dali em diante através do tratamento e, assim, dentro de suas possibilidades reais, conseguirá se recuperar satisfatoriamente", explica.

6. De que forma evitar que a estafa aconteça ou volte a se estabelecer?

Em um momento quando as rotinas estão superocupadas e o culto a produtividade parece cada vez maior, como evitar um quadro de estafa mental? Na verdade, é bastante simples: buscando equilíbrio. Procure combinar, na rotina, questões profissionais e atividades de que gosta, as obrigações do dia a dia com momentos de lazer. "Permitir-se atividades físicas e encontros com amigos e familiares e obter uma qualidade de vida como um todo se faz necessário para a pessoa que quer sentir-se bem!", diz.