Tudo que sabemos sobre "Mar do Sertão": a história da nova novela da Globo

"Mar do Sertão" estreia dia 22 de agosto (Fotos: Fábio Rocha/Globo)
"Mar do Sertão" estreia dia 22 de agosto (Fotos: Fábio Rocha/Globo)

"Mar do Sertão", novela que substituirá "Além da Ilusão" na faixa das 18h, estreia no dia 22 de agosto. Para atrair o público, a Globo já começou a exibir as chamadas da trama que contará com o protagonismo de Isadora Cruz, Sérgio Guizé e Renato Góes.

Assim que as primeiras imagens foram divulgadas, algumas pessoas chegaram a confundir a nova novela com o fenômeno "Pantanal", exibido atualmente no horário nobre. Apesar do foco nas paisagens naturais e a presença de Renato Góes, que interpretou Zé Leôncio na primeira fase da trama das 21h, as histórias são completamente diferentes.

Confira, abaixo, o que você precisa saber para acompanhar "Mar do Sertão".

Trama principal

Escrita por Mario Teixeira e dirigida por Allan Fiterman, "Mar do Sertão" se passa em Canta Pedra, uma cidade fictícia. A história começa com foco no grande amor de Candoca (Isadora Cruz) e Zé Paulino (Sergio Guizé). No dia do casamento dos mocinhos, o coronel Tertúlio (José de Abreu) pede para o noivo levar um cavalo para outra cidade. O rapaz sofre um acidente no caminho e é dado como morto.

Tertulinho (Renato Góes), filho do coronel, acaba se casando com a mocinha após convencê-la a seguir em frente e esquecer o primeiro amor. O que os dois não imaginam é que 10 anos depois, Zé Paulino, recuperado do coma, estará de volta. Com quem ela vai ficar? O triângulo é o ponto de partida do folhetim.

"É uma história linda, solar, que também trata, de forma otimista, das dificuldades enfrentadas pelo povo do sertão. Estou trazendo para essa novela referências de trabalhos anteriores, e também pesquisando e estudando muito sobre esse universo que pode parecer tão distante, mas que ao mesmo tempo é tão próximo e faz parte do nosso país", diz o autor Mario Teixeira.

Zé Paulino (Sérgio Guizé) e Candoca (Isadora Cruz) (Foto: Ronald Santos Cruz/Globo)
Zé Paulino (Sérgio Guizé) e Candoca (Isadora Cruz) (Foto: Ronald Santos Cruz/Globo)

Perfis dos personagens

Família da Candoca

Candoca (Isadora Cruz) - Forte como a mãe, Dodôca (Cyria Coentro), a jovem luta por aquilo que acredita. É professora em Canta Pedra e sonha tornar-se médica. No início da trama, está noiva de Zé Paulino (Sérgio Guizé), seu grande amor. Quando o rapaz é dado como morto, aproxima-se de Tertulinho (Renato Góes) – após enorme esforço do rapaz. Dona do próprio destino, Candoca enfrenta as dificuldades que a vida lhe impõe com maturidade, mas sem nunca perder a graça e o bom humor. É grande amiga de Lorena (Mariana Sena) e Labibe (Theresa Fonseca).

Dodôca (Cyria Coentro) - Viúva, a costureira criou Candoca (Isadora Cruz) sozinha. Tem a beleza da filha, mas é uma mulher sofrida. Os anos de trabalho duro deixaram marcas que vão minar sua saúde.

Manduca (Enzo Diniz) - Filho de Candoca (Isadora Cruz) e Zé Paulino (Sérgio Guizé).

Fazenda Palmeiral

Zé Paulino (Sérgio Guizé) - Vaqueiro da Fazenda Palmeiral, é um rapaz honesto e corajoso, que vive para o trabalho e para Candoca (Isadora Cruz), seu grande amor. Mora com o pai, Daomé, por quem tem adoração. Zé Paulino também é muito leal ao patrão, coronel Tertúlio (José de Abreu), dono da fazenda. Pouco antes do dia do casamento com Candoca, sofre um acidente e é dado como morto.

Fotos: Estevam Avellar/Globo
Fotos: Estevam Avellar/Globo

Tertulinho (Renato Góes) - Filho do coronel Tertúlio (José de Abreu) e de Deodora (Débora Bloch), é mulherengo e só quer saber de boa-vida às custas do pai. No início da história, volta para Canta Pedra após uma temporada na capital, supostamente estudando, e apaixona-se perdidamente por Candoca (Isadora Cruz). A jovem sempre deixa claro que é fiel a Zé Paulino (Sérgio Guizé), mas, quando o vaqueiro é dado como morto, Tertulinho vê a oportunidade de finalmente conquistá-la. Para isso, será capaz de qualquer coisa.

Coronel Tertúlio (José de Abreu) - Pai de Tertulinho (Renato Góes) e marido de Deodora (Débora Bloch), é um coronel à moda antiga, aferrado a velhos princípios de honra. Pouco integrado aos novos tempos, tem orgulho do poder que conquistou: um dos desbravadores de Canta Pedra, é dono do único açude da região. Tem muito apreço por Zé Paulino (Sérgio Guizé).

Fotos: Estevam Avellar/Globo
Fotos: Estevam Avellar/Globo

 

Deodora (Débora Bloch) - Esposa do coronel Tertúlio (José de Abreu) e mãe de Tertulinho (Renato Góes). É uma mulher bonita, racional e prática. Faz de tudo para proteger o filho e para manter o status da família.

Fotos: Estevam Avellar/Globo
Fotos: Estevam Avellar/Globo

Daomé (Wilson Rabelo) - Pai de Zé Paulino e meeiro do coronel Tertúlio (José de Abreu). É bom e nobre como o filho.

Catão (Déo Garcez) - Capataz da fazenda Palmeiral. Homem fiel ao coronel Tertúlio (José de Abreu).

Ismênia (Ana Miranda) - Esposa de Catão (Déo Garcez), empregada e faz-tudo da fazenda Palmeiral.

Joel Leiteiro (Matteus Cardoso) - Peão tocador de gado, velho amigo de Zé Paulino (Sérgio Guizé). Vive acomodado em seu papel de eterno servidor do coronel, de quem se julga devedor.

Os Timbós

Timbó (Enrique Diaz) – Timbó é um sobrevivente da seca, da vida agreste a que o povo da região está condenado há gerações. É casado com Tereza (Clarissa Pinheiro) e amigo de Candoca (Isadora Cruz) e de Zé Paulino (Sérgio Guizé), por quem tem grande admiração. Apesar de todas as dificuldades, é esperto, levando a vida com bom humor, criatividade, e até um pouco de malandragem. Analfabeto, mas com grande vivacidade de espírito.

Fotos: Estevam Avellar/Globo
Fotos: Estevam Avellar/Globo

Tereza (Clarissa Pinheiro) - Esposa de Timbó (Enrique Diaz), mãe de Mirinho (Lucas Galvino), Rosinha (Manuella Guimarães/Sara Vidal) e Joca (Miguel Venerabile). Mulher forte e religiosa, é também uma pessoa sofrida, o que a tornou ressabiada e calada.

Mirinho (Lucas Galvino) - Filho mais velho dos Timbó, torna-se amigo de Tertulinho (Renato Góes) e tão indolente como o próprio – sem a vantagem da riqueza dele. Sempre envolvido com más companhias e querendo se dar bem, de preferência sem fazer esforço.

Joca (Miguel Venerabile) - Caçula dos Timbós, é melhor amigo de Manduca (Enzo Diniz).

Rosinha (Manuella Guimarães/Sara Vidal) - Filha de Timbó (Enrique Diaz) e Tereza (Clarissa Pinheiro), assim como os pais, sempre conseguirá dar a volta por cima, por conta da sabedoria empírica que os ensinou a sobreviver no agreste. Professora da escolinha local, sonha formar-se engenheira.

Na cidade

Xaviera (Giovana Cordeiro) - Sedutora e ambiciosa, é amante de Tertulinho (Renato Góes) no início da trama. Preterida pelo rapaz, vai se aproximar de Zé Paulino (Sérgio Guizé) quando ele voltar para Canta Pedra. Com um passado conturbado, Xaviera é uma sobrevivente, uma mulher disposta a não repetir esse passado, e que defenderá com unhas e dentes a chance de construir um futuro melhor para si.

Xaviera (Foto: Fábio Rocha/Globo)
Xaviera (Foto: Fábio Rocha/Globo)

Vespertino (Thardelly Lima) - Agiota de Canta Pedra, é aproveitador e oportunista. Como fachada para seus negócios escusos, mantém uma casa de câmbio na cidade.

Quintilha (Ju Colombo) - Dona da pousada Casco de Sol. Viu Canta Pedra crescer e mudar sem conhecer o progresso. É meio cética em relação a tudo, principalmente em relação às pessoas.

Cira (Suzy Lopes) - Arrumadeira da pousada Casco de Ouro. Fofoqueira-mor da cidade, verdadeira fonte de informações da vida de todos os moradores de Canta Pedra. Mantém uma conta muito ativa nas redes sociais, onde inventa notícias e destrói reputações.

Sabá Bodó (Welder Rodrigues) - Prefeito de Canta Pedra, só pensa em dinheiro e se perpetuar no poder. Para isso usará a própria filha, que, depois de sua prisão, se elegerá prefeita.

Jessilaine (Giovanna Figueiredo) - Filha de Sabá Bodó (Welder Rodrigues), será herdeira política do pai, no início um fantoche político que não tardará a adquirir consciência própria no devido tempo.

Pajeú (Caio Blat) - Jagunço, é o guarda-costas de Vespertino. Sério e ameaçador, é, porém, muito religioso, devoto do Padre Cícero e dos santos do dia.

Pajeú (Foto: João Cotta/Globo)
Pajeú (Foto: João Cotta/Globo)

Nivalda (Titina Medeiros) - Esposa de Sabá Bodó (Welder Rodrigues) e mãe de Jessilane (Giovanna Figueiredo). Uma mulher fútil que, como muitas de seu meio, não foi incentivada a estudar.

Floro Borromeu (Leandro Daniel) - Delegado da cidade, é corrupto e oportunista. Bajulador com os fortes e severo com os fracos.

Sargento Venâncio (Hugo Germano) - Sargento na polícia de Canta Pedra.

Eudoro Cidão (Érico Brás) – Jornalista, com caráter duvidoso, que aluga a pena a quem pagar mais. Além de publicar o jornal local, a Gazeta de Canta Pedra, sua gráfica edita o Diário Oficial da cidade, e ele não quer perder essa vantagem.

Savinho (Bruno Dubeux) - Dentista de Canta Pedra, apaixonado por Labibe (Theresa Fonseca).

Tomás Carvalhal (Felipe Velozo) - Gerente do banco local. Cumpridor de seus deveres, mas implacável com os inadimplentes. Apaixonado por Rosinha (Sara Vidal), a quem não tem coragem de se declarar.

Firmino Queiroz (Odilon Esteves) - Advogado em Canta Pedra, inexperiente no amor e na profissão. É apaixonado por Lorena (Mariana Sena).

Janjão (Fotos: Estevam Avellar/Globo)
Janjão (Fotos: Estevam Avellar/Globo)

Janjão (Cosme dos Santos) - Dono do bar de Canta Pedra.

Laura (Eli Ferreira) - Assistente de Zé Paulino/José Mendes (Sérgio Guizé). Uma mulher cosmopolita e bem-educada. Apaixonada pelo patrão.

Dagmar Muricy (Heloisa Jorge): pastora protestante que assume o ministério na cidade. A princípio, rival do padre Zezo (Nanego Lira). Depois, pacificados por Candoca (Isadora Cruz) e pelos interesses em comum, vão se entender ecumenicamente.

Adamastor (Everaldo Pontes) - Pastor de cabras, resgata Zé Paulino (Sérgio Guizé) das águas após o acidente em que o rapaz é dado como morto.

Os "turcos" (na verdade, libaneses) - a família de Labibe

Fotos: Estevam Avellar/Globo
Fotos: Estevam Avellar/Globo

Zahym (César Ferrario) - Comerciante de tapetes persas, eletrodomésticos e do que mais aparecer. Cria a filha Labibe (Theresa Fonseca) com mão de ferro, pois ela está prometida a um sheik de sua terra natal.

Latifa (Quitéria Kelly) - Mulher de Zahym (César Ferrario) e mãe de Labibe (Theresa Fonseca). É uma exímia comerciante, que, sob o recatado véu, desperta os sonhos dos homens da cidade.

Labibe (Fotos: Estevam Avellar/Globo)
Labibe (Fotos: Estevam Avellar/Globo)

Labibe (Theresa Fonseca) - Melhor amiga de Candoca (Isadora Cruz) e de Lorena (Mariana Sena). Aguarda sem muita fé o seu príncipe encantado. Considera o fato de ter sido prometida a um sheik árabe uma esquisitice do pai.

Maruan (Pedro Lamin) - Sua família vem de uma longa linhagem de milionários do petróleo. É um rapaz bom, mas suas frustações amorosas o tornaram um homem desconfiado. Amigo de Zé Paulino que vai com ele para Canta Pedra na passagem de tempo da trama. Se apaixona por Labibe (Theresa Fonseca).

A família do padre

Fotos: Estevam Avellar/Globo
Fotos: Estevam Avellar/Globo

Padre Zezo (Nanego Lira) - Padre de Canta Pedra, é engraçado em seu mau-humor perpétuo. Em seus momentos de impaciência, que não são poucos, conversa com a imagem do Cristo no altar da igreja. Tio de Lorena (Mariana Sena), a quem criou como filha.

Lorena (Mariana Sena) - Melhor amiga de Candoca (Isadora Cruz) e de Labibe (Theresa Fonseca). Sobrinha do padre Zezo (Nanego Lira). Já foi casada e vive sonhando com um novo marido.

Anita (Julia Mendes) - Sacristã da igreja, fofoqueira como a amiga Cira (Suzy Lopes).