Trump apoia pacote de alívio à Covid-19 proposto por McConnell, diz Mnuchin

·1 minuto de leitura
O líder da maioria no Senado dos EUA, Mitch McConnell

WASHINGTON (Reuters) - O presidente norte-americano, Donald Trump, sancionará o projeto de lei em resposta ao coronavírus proposta pelo líder da maioria republicana no Senado, Mitch McConnell, disse o secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Steven Mnuchin, a jornalistas nesta quarta-feira, caso o pacote proposto seja aprovado no Congresso.

"O presidente sancionará a proposta que McConnell apresentou ontem. Esperamos fazer progressos nisso", disse Mnuchin a repórteres no Capitólio.

Mnuchin falou um dia depois que ele e o chefe de gabinete da Casa Branca, Mark Meadows, discutiram o alívio da Covid-19 com McConnell e o líder republicano do Congresso, Kevin McCarthy, em um debate privado que se concentrou em medidas que Trump poderia sancionar.

McConnell, que defendia um pacote de 500 bilhões de dólares rejeitado pelos democratas, começou a fazer circular um novo projeto de lei na terça-feira, depois que um grupo de parlamentares republicanos e democratas revelou um pacote bipartidário de 908 bilhões de dólares.

O esboço de McConnell está muito próximo da legislação que o líder do Senado vem defendendo há meses e que foi rejeitada pelos democratas, de acordo com uma fonte republicana do Senado. O plano inclui 332,7 bilhões de dólares em novos empréstimos ou subsídios para pequenas empresas, de acordo com um documento fornecido à Reuters.

(Por David Morgan)