Após treta por 'BBB', Marília Mendonça aponta machismo e volta a ser criticada

Bárbara Saryne
·2 minuto de leitura
A cantora não se calou após as críticas (Foto: Reprodução/Twitter/MariliaMReal)
A cantora não se calou após as críticas (Foto: Reprodução/Twitter/MariliaMReal)

Resumo da notícia:

  • Marília Mendonça expôs críticas que recebeu pelo comportamento de Rodolffo no 'BBB'

  • A cantora, que não quis se posicionar sobre o paredão, manifestou-se após João expor um caso de racismo no reality

  • Internautas acharam que Marília só falou sobre o assunto por conveniência

Marília Mendonça ficou chateada com a cobrança de seus seguidores por um posicionamento a respeito do paredão entre Gilberto, Caio e Rodolffo. Após o jogo da discórdia desta segunda-feira (5), a cantora finalmente expôs sua opinião. Ela começou pedindo perdão a João pelo racismo sofrido no reality e foi ainda mais criticada. 

Muitos internautas disseram que a cantora agiu por conveniência. Marília, que antes havia dito que o problema não era dela, ficou irritada e compartilhou o post de uma mulher que a chamou de palhaça. Na publicação, a seguidora diz que não adianta se posicionar depois de tanto tempo.

"Que tristeza. Todas as vezes que errei, eu ouvi. Todas as vezes que machuquei, pedi perdão. Eu sempre tentei aprender com meus erros. Eu sempre tentei ser diferente do meu estereótipo, mas tive que ler o dia todo mulheres que resumem minha trajetória a algo que não fiz", iniciou.

Leia também:

Ainda segundo Marília, "palhaça" é o menor dos ataques recebidos por causa do 'BBB'. "Não vão parar. Eu nem devia estar falando, mas aguentei o dia todo numa boa. Minha tristeza é profunda por ser resumida a isso por algumas pessoas. Talvez vocês tenham conseguido o queriam de mim. Podem ficar felizes porque estou na merda", finalizou.

A poeta Flora chamou Marília de sonsa e criticou o fato de a cantora ter usado o machismo para justificar as críticas que recebeu. "Querendo usar a carteira de mulher? Senta e ouve que ela é mulher e é PRETA, conhece na pele como muitas de nós o racismo que o João passou e o SEU oportunismo em falar que não era sobre você e vir de textinho quando viu que a situação apertou. Lamentável", escreveu.

A militante falou que o caso exige posicionamento, pois envolve um crime. Ela ainda apontou hipocrisia no discurso da cantora. De acordo com Flora, Marília se colocou como mais importante na situação. "Não é sobre você e suas dores, até porque quando foi com a Karol Conká vc não pensou duas vezes até se posicionar. Sinceramente não compro seu choro, lágrima de crocodilo", finalizou.