Transfobia: "Passei por coisas absurdas na universidade", diz vocalista de A Travestis

·1 minuto de leitura

Pabllo Vittar e Gloria Groove são artistas drag queens e cantoras que estão na mídia e chamam a atenção pelo seu trabalho, mas continuam sofrendo violências transfóbicas. Para Tertuliana, vocalista da banda A Travestis, o cenário para essas cantoras, para ela própria e para outras pessoas trans e travestis só vai mudar com o empenho de todos.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 minuto e receba todos os seus e-mails em um só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook e Twitter

“As empresas, gravadoras, contratantes de evento e todos de modo geral podem parar e pensar como podem contribuir para acabar com a transfobia. Se não tem nenhuma pessoa trans na equipe de trabalho, podem contratar uma”, exemplifica ela em conversa com o Yahoo Entrevista.

Veja também

A artista diz que a luta contra a transfobia precisa acontecer em todos os lugares, até em local de privilégio para pessoas trans, como a universidade, por exemplo. “Muitos professores são despreparados e insultam e às vezes nem se dão conta disso e são coisas que machucam”, admite. Confira no vídeo acima.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos