Trailer de "Ela disse" mostra início do movimento #MeToo em Hollywood

Atriz Zoe Kazan no trailer de
Atriz Zoe Kazan no trailer de "Ela Disse", filme que retrata o início do movimento #MeToo em Hollywood. (Foto: Reprodução/Universal Pictures)

A Universal Pictures divulgou nesta quinta-feira (14) o trailer oficial de “Ela Disse”, filme que retrata como uma reportagem jornalística deu início ao movimento #MeToo em Hollywood. A história é baseada no livro homônimo escrito por Jodi Kantor e Megan Twohey em 2019, que venceu o prêmio Pulitzer de investigação.

Com Carey Mulligan (“Bela Vingança”) e Zoe Kazan ("Doentes de Amor") como protagonistas, o trailer mostra como as jornalistas do "The New York Times" reuniram os relatos de abusos sexuais cometidos por homens no poder nos Estados Unidos, incluindo o ex-produtor de cinema Harvey Weinstein.

Baseado em casos reais, a história vai abordar como os trabalho de duas jornalistas ajudou a lançar o movimento #MeToo ao redor do mundo e quebrou décadas de silêncio em torno do assunto de agressão sexual em Hollywood.

O elenco conta ainda com Samantha Morton, Andre Braugher, Patricia Clarkson, Elle Graham, Maren Lord, Dalya Knapp, Stephen Dexter e Sean Cullen. O roteiro é assinado por Rebecca Lenkiewicz, de “Desobediência” e “Colette”.

Com direção de Maria Schrader, de “O Homem Ideal”, “Ela Disse” chega aos cinemas no dia 18 de novembro de 2022. No Brasil, o filme estreia apenas em 2023.

Movimento #MeToo

O movimento #MeToo ("eu também", em tradução livre) surgiu em Hollywood em 2017, após o jornal "The New York Times" publicar um dossiê de denúncias contra o produtor cinema Harvey Weinstein, que trabalhou em filmes como "Pulp Fiction" e "Shakespeare Apaixonado". Ele foi acusado de estupro e assédio sexual, e foi condenado pelos crimes.

O movimento ganhou força conforme mulheres se reuniram para expor casos de assédio sexual que sofreram de dezenas de homens poderosos em Hollywood. Artistas como Gwyneth Paltrow, Angelina Jolie e outras dezenas de atrizes relatam as experiências traumáticas que tiveram com o produtor.

No Globo de Ouro, artistas protestaram contra os abusos nos Estados Unidos e gerou a criação do Time's Up, uma ententidade que visa combater o assédio sexual e a discriminação.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos