Traição pode fortalecer o casamento, diz terapeuta

Divulgação/TV Globo

Por mais difícil que seja perdoar uma traição, uma especialista em relacionamentos afirma que isso pode ser a melhor escolha para salvar o casamento. Esther Perel, terapeuta especializada em relacionamentos e sexo, acredita que a infidelidade pode ser saudável, pois nos faz realizar um balanço do casamento.

Embora não defenda o adultério, Esther aponta que quando isso acontece, a separação não deve ser a primeira opção. “Às vezes a relação se torna mais forte, honesta e profunda do que era antes porque a pessoa finalmente segue em frente”, diz.

Segundo ela, pesquisas apontam que o número de traições femininas subiram 40% desde 1990, enquanto a taxa masculina se mantém a mesma. Um outro estudo recente realizado pelo site Ashley Madison descobriu que 99% dos homens admitem serem ou já terem sido infiéis contra 39% das mulheres. Além disso, 35% delas afirmaram considerar a traição.