Tomar café da manhã não é uma boa estratégia para perder peso

Tudo indica que emagrecimento e café da manhã não andam juntos. [Foto: Getty]

Faz tempo que o hábito de tomar café da manhã é considerado benéfico para a perda de peso, mas um novo estudo revelou que talvez seria melhor esquecê-lo.

Estudos passados concluíram que fazer uma refeição matinal rica em proteínas ou comer um mingau de aveia pela manhã poderia ser a chave para manter um peso estável e controlar o apetite, ao longo do dia.

No entanto, esta estratégia popular pode não ser tão eficaz quanto imaginamos, de acordo com uma nova pesquisa de larga escala publicada no British Medical Journal.

Cientistas da Monash University em Melbourne, Austrália, analisaram 13 experimentos controlados, realizados principalmente com indivíduos dos Estados Unidos e do Reino Unido nos últimos 28 anos.

A avaliação descobriu que aqueles que tomavam café da manhã tinham uma ingestão calórica total maior ao longo do dia (260 calorias a mais, em média), em comparação com os que pulavam a primeira refeição do dia. Os que tinham o hábito de tomar café também pesavam, em média, 440 gramas a mais.

Além disso, os pesquisadores concluíram que pular o café da manhã não reduz o apetite durante o dia, como muitos acreditavam.

“Atualmente, as evidências disponíveis não apoiam a ideia de modificar as dietas de adultos para incluir o café da manhã como uma boa estratégia para perder peso,” escreveram os autores do estudo.

“Embora o consumo regular de café da manhã possa ter outros benefícios importantes, é preciso ter cuidado ao recomendar esta refeição como uma forma de favorecer a perda de peso em adultos, já que ela pode ter um efeito contrário”.

Estes cientistas não foram os primeiros a desafiar a suposta ligação entre o café da manhã e a perda de peso.

Os seguidores do popular jejum intermitente costumam pular o café da manhã para limitar a “janela” de consumo do dia e iniciá-la mais tarde.

Francesca Specter