Tom Hanks e esposa Rita Wilson deixam hospital após tratamento para coronavírus, diz revista People

SYDNEY (Reuters) - O ator vencedor do Oscar Tom Hanks e sua esposa, Rita Wilson, deixaram um hospital na Austrália, cinco dias após testarem positivo para o coronavírus, reportou a revista People na segunda-feira.

O casal agora descansa em uma casa alugada na Austrália e continua sob quarentena na casa, afirmou a reportagem da revista norte-americana citando um representante do ator.

Na semana passada Hanks escreveu no Twitter que ele e a esposa haviam testado positivo para o vírus na Austrália, onde ele trabalha em um filme, após sentirem cansaço e apresentarem coceira e febres leves. Tanto Hanks quanto Wilson têm 63 anos. 

Hanks havia viajado para a Gold Coast, a costa leste da Austrália ao sul da cidade de Brisbane, para começar a gravar um filme sobre Elvis Presley. Ele deve interpretar o empresário de Presley, o Coronel Tom Parker, na produção da Warner Bros. A Warner Bros é de propriedade da AT&T T.N.

Hanks e Wilson estiveram entre as primeiras grandes celebridades americanas a contraírem o coronavírus. 

(Reportagem de Renju Jose em Sydney)