TikToker da roça, Gustavo Tubarão detalha convite da Globo: "Achei que era 'BBB'"

Gustavo Tubarão no
Gustavo Tubarão no "Novelei". Foto: Divulgação/Globo

Resumo da notícia:

  • Gustavo Tubarão faz sucesso nas redes com rotina da roça e humor do cotidiano

  • Em entrevista ao Yahoo, o influenciador detalhou sua trajetória até integrar o "Novelei"

  • Noveleiro declarado, mineiro estreou como ator em novo projeto da Globo com o Youtube

“Cheguei a fazer um ano e meio de Direito, odiando, tomei coragem e fui falar com meu pai que queria fazer teatro", iniciou Gustavo Tubarão ao contar ao Yahoo sobre o início de sua trajetória na internet. Embora não tenha concluído seu curso para se tornar ator, o mineiro de Cana Verde, com cerca de 5 mil habitantes, vê seu sonho começar a ser realizado por conta do sucesso de sua produção de conteúdo nas redes sociais.

Com mais de 7 milhões de seguidores no TikTok e 6 milhões de fãs no Instagram, o rapaz apresenta a roça de Minas com gravações regadas de humor e simplicidade do cotidiano "raíz" de quem vive no interior. "Não cheguei a concluir o Teatro, porque veio a pandemia e meus vídeos começaram a estourar na mesma época. Mas tenho muita vontade de concluir o curso”, explicou.

Começo na internet

Apesar da alegria constante nos vídeos marcados por piadas, Gustavo iniciou a produção de conteúdo como uma válvula de escape de seu diagnóstico de depressão em 2017. "Sempre quis gravar vídeo e nunca tive coragem aí eu fui gravando bem forçado no Youtube no canal chamado "Evita". Estava morando em Belo Horizonte e imitava o sotaque paulista, porque eu nunca tinha visto ninguém com o sotaque igual ao meu na internet", relatou.

No entanto, foi quando Gustavo assumiu sua identidade mineira que o engajamento alavancou de vez. Criado na roça, ele contou que tirava leite das vacas com o pai na infância e se mudou para Belo Horizonte apenas em 2014 até voltar para Cana Verde seis anos depois por conta da pandemia.

Nunca tinha tido nenhuma referência que eu me espelhasse na internet, eu dei um tiro no escuro e comecei a gravar meu dia na roça"Gustavo Tubarão

Com a onda de conteúdos virais do TikTok em 2020, Gustavo aproveitou a oportunidade e se viu entre os grandes nomes da plataforma no Brasil. "Tenho um carro velho, que chama Pampa, comecei a tratar dos bichos, aguar minhas plantas, fazer algumas piadas e o povo gostou muito e começou a viralizar, porque muita gente se identificou com isso”, contou.

Estreia como ator no “Novelei”

Nascido em uma família que prezava por carreiras mais tradicionais como Direito e Engenharia, Gustavo não ignorou o sonho de trabalhar com televisão e se viu convidado pela Globo para um novo projeto em meio ao sucesso nas redes sociais. "Quando a Globo me chamou, eu fiquei emocionado. Quando andei naqueles carrinhos de golfe, passou um filme na minha cabeça. Foi uma experiência única, foi muito divertido e fiquei muito feliz”, afirmou.

A partir disso, ele passou a integrar o elenco do "Novelei", parceria da Globo com o Youtube, um projeto que regrava as novelas clássicas da emissora com tom humorístico e mistura de atores globais com nomes da internet. "Refaz as novelas de antigamente de uma forma muito desconstruída e bem ‘no sense’, uma coisa muito ‘sem sentido’. O tipo de humor que eu gosto. Então está bizarro”, confessou o ator.

Sou noveleiro desde criança. Eu apontava o dedo para a televisão e falava para minha mãe que um dia eu iria fazer novela"Gustavo Tubarão

O detalhe é que Gustavo chegou a pensar que estaria sendo selecionado para o "BBB" quando recebeu o primeiro e-mail da empresa. "Mandaram um e-mail falando que teria uma reunião em sigilo, que não pode falar do que se trata. Aí eu entrei na reunião pensando que fosse para o ‘Big Brother’, mas foi melhor ainda do que isso", contou.

Inclusive, a experiência do influenciador contou com um camarim divido com ninguém menos que Ary Fontoura. "Comecei a tremer e pensei que não ia dar conta. Fiz um aninho de teatro. Mas gostei demais de conhecer o pessoal da Globo e o Ary em destaque. Gostei muito dele”, afirmou Gustavo, que sonha contracenar com Fernanda Montenegro, outra veterana das telas.

Embora o nervosismo não tenha dado trégua, o mineiro admitiu que lidar com roteiro é a tarefa mais difícil. "O mais desafiador para mim é decorar texto, porque eu não sei decorar nem meu CPF”, brincou.

Quem seria se fosse um personagem?

Chico Bento, da
Chico Bento, da "Turma da Mônica". Foto: Divulgação

Questionado sobre quem seria caso fosse um personagem da ficção, o influenciador demorou para fazer escolha enquanto traçava sua personalidade. “Com quem eu tenho intimidade, eu sou brincalhão. Mas eu sou bem tímido. Até falo para o pessoal, que se me virem na rua e eu estiver caladinho é porque eu vou estar com vergonha", afirmou.

“Mas acho que eu seria o Chico Bento, porque ele é da roça e conversa ‘errado’. Quando eu lia, ele falava uns ‘trem’ que vem na cabeça e eu falo uns ‘trem’ que vem na cabeça meio aleatório. De fato, é ele mesmo”, completou ao citar o rapaz da roça da "Turma da Mônica".

Cultura mineira

Com a necessidade de estar sempre por dentro das trends que rolam no TikTok e não perder o engajamento, Gustavo reforça que adapta os conteúdos virais ao seu estilo, nunca deixando de lado sua origem mineira. "Tento fazer do meu jeito, colocar o lado caipira, que a galera gosta muito. E o lado desafiador é isso, de mês em mês, colocar alguma coisa nova, uma gíria, para ir alcançando mais público”, explicou.

“Esse sou eu. Não tinha ninguém para falar da cultura mineira. Porque Minas Gerais é um país. Tem mil sotaques no estado. Onde eu vou, viajo para o Nordeste, para o Norte, sempre falam de Minas Gerais, o povo gosta muito e não é uma pressão, porque eu gosto de falar", completou ele ao definir o retorno como gratificante. "Não tenho palavras para expressar o tanto que sou feliz em representar isso”, afirmou.

E o pertencimento vai além das divisas de Minas Gerais. Por conta do conteúdo muito voltado para a vida interiorana, Gustavo abraça diversos estados com sua naturalidade, do Norte ao Sul do país. “Eles falam: ‘Véi! Você fica mostrando sua cidade, suas culturas. É igualzinho daqui, que eu moro em outro estado’. Então, não é só de Minas Gerais”, concluiu. Confira um de seus vídeos de maior sucesso:

Paralisia de Bell

No último final de semana, quando a conversa com o Yahoo já estava marcada, Gustavo surpreendeu os seguidores com o diagnóstico de Paralisia de Bell ao aparecer com metade do rosto paralisado. O problema se trata de um distúrbio marcado pelo enfraquecimento ou paralisia dos músculos de um dos lados do rosto e sem um motivo aparente.

“Uma hora antes do casamento da minha irmã, eu estava almoçando sozinho no restaurante do hotel. Na terceira garfada, minha boca não estava abrindo. Aí eu liguei a câmera frontal do celular e minha cara estava torta", relembrou ao dizer que teve uma crise de ansiedade entrou em pânico ao pensar que estivesse sofrendo um AVC. "Não sei como tive cabeça para ir para o casamento e fui padrinho com a cara torta. Foi um susto danado”, completou.

De acordo com o influenciador, seu caso pode se dar por um diagnóstico de herpes embora não tenha apresentado as feridas comuns da doença. "Fui para BH, em um neurologista e ele falou que, provavelmente, isso é uma herpes, mas não tenho ferida. Ele também disse que o rosto pode voltar ao normal em duas semanas e pode deixar sequela", explicou.

Sobre a recuperação, Gustavo afirmou que não tem muito o que fazer. "Quando fui ao hospital, o médico pediu para ficar mais em repouso, deixar os músculos do rosto relaxarem porque estão tensionados. Tenho que passar colírio para hidratar o olho que não está fechando e começar a fisioterapia daqui uns dias", concluiu.

Ouça o Pod Assistir, podcast de filmes e séries do Yahoo:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos