Tierry lembra período delicado com filho na UTI por quatro meses: "Dias muito difíceis"

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Tierry lembra período em que filho enfrentou grave problema de saúde. Foto: reprodução/TV Globo
Tierry lembra período em que filho enfrentou grave problema de saúde. Foto: reprodução/TV Globo

Resumo da notícia

  • Tierry falou sobre o medo de perder o filho, Adriel, após uma doença grave em 2017

  • Cantor recordou quatro meses acompanhando o menino na UTI e admitiu o medo de perdê-lo

  • Sertanejo afirmou que é apaixonado pelo garoto e que a paternidade lhe transformou por completo

Tierry lembrou um período delicado de sua vida, quando seu filho, Adriel, hoje com 6 anos, enfrentou um grave problema de saúde e precisou ficar internado durante quatro meses numa unidade de terapia intensiva. No "É de Casa" deste sábado (9), o cantor disse que o episódio, em 2017, testou sua fé.

"Ele teve um choque séptico por bactéria e ele teve cinco paradas cardíacas. Foram dias muito difíceis, quatro meses de UTI", contou.

Leia também:

Durante o tratamento, Adriel precisou do auxílio da ECMO (Oxigenação por Membrana Extracorpórea), usada por Paulo Gustavo em sua internação em decorrência das complicações por Covid-19.

"Ele [Adriel] ficou 45 dias usando um pulmão fora do corpo. Por cinco vezes, a gente ouviu que o Adriel não suportaria e o que o melhor era deixar que ele fosse", recordou Tierry, que chegou a se preparar para o pior. "Tive que aceitar o fato de talvez perder o meu filho."

Após o período mais crítico no hospital, Adriel conseguiu voltar a ter uma rotina normal. "Ele teve algumas sequelas, pois foi realmente muito pesado. Mas é uma criança perfeita, não teve nenhum tipo de sequela neurológica. E é uma criança que nos ensina todos os dias a ter resiliência", declarou o cantor.

Hoje, Tierry destaca que o menino é "o grande amor de sua vida" e afirma que a paternidade lhe transformou por completo.

"Eu não pensava muito na questão afetiva, de ter comprometimento com o outro. E o filho vem pra poder mudar a vida da gente", resumiu.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos